+

Jovem atropelada por ônibus em Joinville está internada na UTI; conheça o caso

Vanessa Pereira teve diversas lesões pelo corpo, passou por cirurgia de urgência no último domingo e segue em estado crítico

Jovem atropelada por ônibus em Joinville está internada na UTI; conheça o caso

Vanessa Pereira teve diversas lesões pelo corpo, passou por cirurgia de urgência no último domingo e segue em estado crítico

Bernardo Gonçalves

Uma jovem está internada no Hospital São José após ser atropelada por um ônibus na rua Nove de Março, na esquina com a avenida Juscelino Kubitschek, na quinta-feira, 14, no Centro de Joinville. A vítima foi identificada como Vanessa Pereira, de 21 anos.

De acordo com Ângelo Pereira, pai de Vanessa, que viu o acidente acontecer, tanto o pneu dianteiro quanto o traseiro, passaram sobre a região da cintura. Mesmo não havendo sangramento, as consequências foram graves, com lesões no quadril, fígado, pâncreas e tórax e, por consequência desta última, houve perfurações nos dois pulmões.

Vanessa (agachada à esquerda) com a família. | Foto: Redes Sociais/Reprodução

Após chegarem ao hospital, a família foi informada que Vanessa estava com uma hemorragia interna e necessitava realizar uma cirurgia de urgência devido à gravidade dos traumas. “O médico disse que o quadro era extremamente delicado e que só poderia fazer alguma ação médica somente quando a hemorragia parasse”, relatou o pai em entrevista à rádio 107,5 FM.

Segundo ele, isso aconteceu no último domingo, 17. Após o procedimento, a jovem tem se recuperado gradativamente, sem mais a necessidade de sedativos e medicamentos para o funcionamento do coração, além de ter a pressão estabilizada. Entretanto, ainda segue com um quadro clínico de risco e necessita estar totalmente estabilizada para os médicos começarem os tratamentos das lesões sofridas.

Conforme repassado pela família nesta quinta-feira, 21, o estado de saúde dela é estável e tem apresentado melhoras e surpreendido os médicos. A intenção é tirar ela do coma induzido aos poucos, até que reaja bem para então tirarem o tubo.

Doações

Vanessa já recebeu mais de 200 doações de sangue. Ela também precisou de doação de plaquetas, mas segundo a família, no momento, há estoque.

Para os interessados na doação de plaquetas, há algumas exigências a serem cumpridas, de acordo com o Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc):

  • Já ser doador de sangue e ter doado sangue pelo menos uma vez no Hemosc.
  • Pesar acima de 60 kg.
  • Nunca ter engravidado (incluindo aborto).
  • Ter bom acesso venoso em ambos os braços.
  • Evitar alimentos gordurosos nos três dias anteriores à doação.
  • Não estar usando AAS ou anti-inflamatório nos últimos cinco dias.
  • Não fazer uso contínuo de anti-hipertensivos da classe IECA (captopril, enalapril, lisinopril)
  • Fazer agendamento prévio

Para realizar o agendamento, é necessário entrar em contato com o Hemosc através dos telefones (47) 3305-7514 ou 3305-7524.

Leia também:
Bailarina ferida em acidente no ano passado volta ao palco do Festival de Dança de Joinville
Instituto Festival de Dança de Joinville lança Jardim da Dança; confira novidade
GALERIA – Releitura do Lago dos Cisnes marca abertura do Festival de Dança de Joinville

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo