+

Amizade e disciplina: conheça campeonato de futebol “cinquentão” de Joinville

Competição já teve quatro edições

Amizade e disciplina: conheça campeonato de futebol “cinquentão” de Joinville

Competição já teve quatro edições

Fred Romano

Após 64 jogos disputados, chegou ao fim a quarta edição do Campeonato 50tão de Joinville. Neste ano, 11 equipes disputaram a competição, e o campeão foi o Serc Tamandaré.

Como o nome remete, o campeonato é feito para que atletas com 50 anos ou mais participem. Porém, neste ano, foram permitidos atletas com mais de 46 anos. Conforme o regulamento, as equipes podiam inscrever dois jogadores com mais de 46 anos e dois com mais de 48 anos.

Além disso, os dois goleiros de cada equipe podiam ter idade mínima de 46 anos. Segundo Cláudio Manoel, fundador do campeonato, o regulamento foi aprovado em congresso técnico.

Cláudio Manoel, fundador do campeonato 50tão de Joinville
Cláudio Manoel, fundador do campeonato | Foto: Cláudio Manoel/Arquivo pessoal

Quando a competição iniciou, em 2019, as equipes não conseguiam completar as inscrições apenas com atletas acima de 50 anos. Por isso, o regulamento foi feito desta forma.

Cláudio afirma que para os próximos campeonatos a ideia é que o regulamento não permita jogadores de 46 anos. Nas edições seguintes, a idade mínima deve continuar aumentando, até chegar em 50 anos.

O fundador do campeonato diz que atletas de outras cidades também participam da competição. Ele também afirma estar feliz com o resultado. “Você vê o vô que leva o neto, faz gol e se abraça. Tá bonito”, comenta.

Infrações e penalidades

Conforme definido no congresso técnico, o campeonato possuía infrações e penalidades. As multas podiam variar entre R$ 100 e R$ 3 mil. Os atletas poderiam ficar até dez partidas suspensos.

“Se deixar a ‘velharada’ briga em campo”, justifica Cláudio. Nesta edição, o time 7 de Setembro foi punido com a perda de seis pontos na primeira fase.

“Questão disciplinar não pode faltar. Com essa idade que a gente tá não pode sair de casa pensando em algo que não seja se divertir, jogar futebol”, comenta Davi Alexandre, de 47 anos, camisa 9 do Juventus e um dos artilheiros desta edição do campeonato.

Atletas disputam campeonato de futebol
Davi Alexandre, camisa 9 do Juventus | Foto: Davi Alexandre/Arquivo pessoal

Edição 2022

A atual edição do campeonato contou com mais que o dobro de equipes participantes da edição de estreia. O início da competição foi no dia 27 de março, em uma partida entre o 7 de Setembro e o Tamandaré. Em uma reedição da final do ano anterior, as duas equipes empataram por 1 a 1.

O campeonato foi disputado em duas fases. A primeira aconteceu na modalidade “todos contra todos”. Como a quantidade de equipes estava em número impar, 11, uma equipe sempre “descansava” em uma rodada.

A primeira fase foi disputada em um único turno. As oito equipes com melhor campanha se classificaram para a segunda fase, de mata-mata. Os classificados foram: Atlanta; Juventus; Tamandaré; 25 de Agosto; Fátima; Os Lobos; Sercos; e 7 de Setembro.

Continua após o anúncio

Artilharia do campeonato

A artilharia da competição ficou dividida entre Alexandre e Roger, ambos do Juventus, com dez gols cada. Apesar do empate, Roger foi quem ficou com o troféu.

“Ele ficou com o troféu por ser mais velho. Respeitei a decisão, mas prometi que ele não vai me alcançar na próxima”, brinca Alexandre.

O camisa 9 já havia disputado outros campeonatos amadores em Joinville, como a Primeirona. Porém, esta foi a primeira vez que participou do 50tão. “Sempre fui do ramo, já era para ter participado, mas devido à Covid-19, preferi não participar”, conta.

Nesta edição, Alexandre estirou a coxa durante uma das partidas da primeira fase. Ele retornou apenas durante o mata-mata. Mesmo assim, conseguiu finalizar o campeonato com mais gols. “Modéstia a parte poderia ter feito mais. É uma sensação bem bacana estar depois de uma certa idade ser artilheiro”, comenta.

O artilheiro planeja participar de outras edições da competição e elogia a organização. Para evitar uma nova lesão, ele já está se preparando para um novo campeonato. “A gente tá numa idade que não é mais guri, tem que manter a saúde”, justifica.

Confira a tabela da primeira fase:

Tabela da primeira fase do campeonato cinquentão
Reprodução

A segunda fase foi realizada em jogos de ida e volta. O jogo de volta acontecia sempre no campo da equipe com melhor campanha na primeira fase. Esta etapa contou com quartas de final, semifinal, disputa de terceiro lugar e final.

A disputa do terceiro lugar ocorreu em jogo único. O bicampeão 7 de Setembro enfrentou o Juventus e venceu por 3 a 0, no campo do Serc Tamandaré.

Arbitragem e capitães na disputa de terceiro lugar do campeonato
Equipe de arbitragem e capitães do Juventus e 7 de setembro | Foto: Cláudio Manoel/Arquivo pessoal

A final

A final foi disputada entre o 25 de Agosto e o Tamandaré. O jogo de ida foi realizado no campo do 25, no dia 28 de agosto. A partida terminou empatada por 1 a 1. Os gols foram marcados por Isaque Marques, do 25 de Agosto, e Betinho Costa, do Tamandaré.

Equipe de arbitragem e capitães do 25 de Agosto e Serc Tamandaré | Foto: Cláudio Manoel/Arquivo pessoal

O jogo de volta foi realizado no campo do Tamandaré, no dia 4 de setembro. Aos 13 minutos do primeiro tempo, Vande marcou o único gol do jogo que deu o título ao Serc Tamandaré.

Outras edições

Na primeira edição, em 2019, cinco times disputaram a competição. O campeão na ocasião foi o time do Barato Mania, atual Atlanta.

Na edição seguinte, em 2020, o número de participantes aumentou para oito equipes. Em 2021, o número de participantes aumentou para nove. Nas duas edições o 7 de Setembro foi o vencedor.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo