+

Ampesc aponta equívocos e questiona programa Faculdade Gratuita do governo do estado

Ampesc aponta equívocos e questiona programa Faculdade Gratuita do governo do estado

Raul Sartori

Faculdade gratuita
A Associação de Mantenedoras Particulares de Educação Superior de SC (Ampesc) emitiu nota alertando para “os equívocos” do programa Faculdade Gratuita, de compra de vagas pelo governo do estado no ensino superior, uma das prioridades da gestão do governador Jorginho Mello. A entidade reclama que, como posto, o programa não é direcionado ao aluno e sim para as instituições de ensino, que totalizam 14, de caráter comunitário privado. O problema é que ele deixa de fora 84 instituições particulares.

 

Bombeiros voluntários
A Assembleia Legislativa lança amanhã a Frente Parlamentar dos Bombeiros Voluntários. Seu objetivo é ampliar e fortalecer o atendimento dos bombeiros voluntários em SC, onde 60% dos municípios não possuem efetivo próprio.

Lei Áurea
Um passarinho decolou de uma janela do Ministério Público do Trabalho, em Florianópolis, levando consigo o que ainda não passa de uma denúncia a ser apurada: que SC é também uma base de operação de empresas – que já estariam sendo investigadas – que atuam nacionalmente no “comércio” (sim, isso mesmo) de trabalhadores. E neste, não raro, são submetidos a trabalhos assemelhados à escravidão, como o denunciado com três conhecidas vinícola do Rio Grande do Sul. Tal negócio envolve homens, mulheres e até adolescentes para serviços em reflorestamentos e colheitas de frutas, verduras e cereais.

Diplomacia trabalhista (1)
As diferenças abissais entre o empresário Luciano Hang e os sindicatos tendem a se encurtar um pouco diante da surpreendente iniciativa do dono da Havan de convidar o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, para visitar a sede da empresa, em Brusque, nesta terça-feira.

Diplomaria trabalhista (2)
Nessa aproximação há interesses, obviamente. Um dos principais é promover um combate às plataformas digitais internacionais, como a chinesa Shein, que estaria fazendo concorrência desleal e gerando a falência de muitas empresas brasileiras. Ela tem 4,5 milhões de clientes ativos no Brasil e faturou R$ 8 bilhões em 2022. Outra que está aparecendo no caminho por aqui é a espanhola Mango, rival da Zara.

Farra do boi
A maldita farra do boi ainda resiste em SC, especialmente na região do Porto Belo e Bombinha, onde a Polícia Militar realiza a Operação Quaresma, para coibi-la. Além de ser crime de maus-tratos, quem participa está sujeito à multa de R$ 1 mil e quem promove ou a divulga R$ 10 mil, conforme a lei estadual 17.902. É pouco.

Heroína
A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado tem 13 itens na pauta de sua reunião desta terça-feira. Um deles é o projeto de lei 1.937/2019, que inclui o nome da médica pediatra e sanitarista catarinense Zilda Arns no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria. Zilda ajudou a fundar a Pastoral da Criança, entidade vinculada à Igreja Católica que, entre outras atividades, atua no combate à desnutrição visando à redução da mortalidade infantil no país. Ela foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz em três ocasiões e faleceu durante visita ao Haiti, quando foi vítima do terremoto que atingiu o país em 2010.

Rádios comunitárias
Termina hoje o prazo para que fundações e associações sem fins lucrativos participem de editais do Ministério das Comunicações para executar o serviço de radiodifusão comunitária em 10 municípios de SC. São eles: Cordilheira Alta, Ituporanga, Luiz Alves, Siderópolis, Garopaba, Papanduva, Saltinho, Santa Terezinha do Progresso, Ouro Verde e Rio do Campo.

Centenário
O Senado fará sessão especial, hoje, pela passagem dos 100 anos de atividades, completados no dia 22 de fevereiro passado, do Hospital Misericórdia, popularmente conhecido como “Hospital da Vila Itoupava”, de Blumenau. O autor do requerimento para a homenagem foi o senador Esperidião Amin (PP-SC).

O modernista
Nesta quarta-feira, 15, o Instituto Collaço Paulo – Centro de Arte e Educação, abre a exposição “Indivisível Substância: Martinho de Haro e Florianópolis”. Aberta até 1º julho, poderá ser visitada gratuitamente de segunda a sábado, entre 13h30 e 18h30. Nascido em São Joaquim em 1907, Martinho escolheu Florianópolis para viver a partir de 1942. Ao morrer, em 1985, deixou um patrimônio pictórico de rara importância, com telas muito representativas que retratam a Ilha de SC.

Hilbert
Simpático e educado, o apresentador catarinense Rodrigo Hilbert é um sucesso na TV. Seu programa no canal pago GNT volta no próximo dia 16 em nova temporada, completando 10 anos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo