+

Bentô Cake: conheça mini bolo que movimenta setor de confeitaria em Joinville

Doce está em ascensão nas buscas na internet

Bentô Cake: conheça mini bolo que movimenta setor de confeitaria em Joinville

Doce está em ascensão nas buscas na internet

Fred Romano

O Bentô Cake vem movimentando o setor de confeitaria joinvilense desde o final de 2021. O bolinho com frases e desenhos engraçados, principalmente com o personagem Flork, está em ascensão nas buscas na internet.

Conforme a ferramenta Google Trends, o salto de pesquisas do termo “Bentô Cake” ocorreu na última semana de fevereiro. O auge na quantidade de buscas foi entre os dias 13 e 19 de março.

No setor de confeitaria de Joinville, ele já é facilmente encontrado. Algumas confeiteiras até consideram o Bentô como principal produto.

Com origem asiática, o termo japonês ‘bentô’ significa porções de comida levadas para a viagem. Aqui no Brasil, as populares marmitas. Apesar de a origem ser japonesa, foi na Coreia do Sul que a sobremesa ganhou popularidade.

Demanda em Joinville

Thais Mandrik, da confeitaria Arte de Açúcar, lançou o menu de Bentô Cake no dia 14 de fevereiro. Desde então, já vendeu cerca de 50 Bentôs. Ela também afirma que ganhou bastante seguidores no Instagram.

Jéssica Oliveira, da Confit&Confat, começou a produzir Bentôs por insistência das clientes no fim de janeiro deste ano. Quando ela começou a pesquisar, viu que não tinha muitas opções do produto no município e considerou uma grande oportunidade de negócio.

“A procura deste produto é gigante e fiquei impressionada com o retorno e visibilidade que eles dão. Eu precisei ampliar minha agenda para conseguir atender ao maior número possível de encomendas”, comenta Jéssica. Ela ainda conta que em menos de três meses já produziu cerca de 120 mini bolos.

O pedido mais inusitado que Jéssica recebeu foi para uma despedida de solteira. A cliente pediu o desenho de um pênis. “Isso que é o legal do Bentô, soltar a imaginação e se divertir além de se deliciar com um bolo”, comenta a confeiteira do Confit&Confat.

“Ele se encaixa em várias ocasiões do nosso dia a dia, diferente de um bolo convencional pedido somente quando tem uma festa de aniversário, batizado, casamento, por exemplo. É um item com baixo custo e grande retorno”, ressalta Jéssica.

Jéssica Oliveira/Arquivo pessoal

Renata Fernandes é carioca e mora em Joinville há cinco anos. No ramo da confeitaria, ela trabalha desde 2015 e atua no Atelier das Guloseimas. Ela começou a produção de Bentô Cake no final de 2021.

“Eu trouxe a ideia do Bentô Cake porque eu vi que era uma tendência e o público aceitou bastante”, comenta. Renata conta que o Bentô é o que ela mais vende.

Para a confeiteira do Atelier das Guloseimas, a demanda cresceu muito em janeiro. Ela já fez em torno de 200 mini bolos.

“O Bentô é ideal para presentear alguém que você queira surpreender além de ter um custo baixo para quem compra é algo personalizado onde você escolhe a frase, a cor do bolo e um desenho”, explica Renata.

Produção

“Produzo as massas duas vezes por semana e os recheios também, com necessidade de reposição se houver trabalho com produtos frescos”, explica Renata sobre o modo de produção.

Para Jéssica e Renata, o tempo de produção do Bentô Cake é menor em comparação aos bolos convencionais, porém com processos a mais.

Segundo Renata, o tempo de produção do Bentô Cake pode ser equivalente aos bolos maiores, dependendo do desenho que o cliente pedir. Ela conta que faz tudo à mão, sem usar molde, porque acredita que o desenho fica mais orgânico.

“O Bentô por ser pequeno, não exige uma estrutura reforçada, não precisa de um tempo para descanso tão longo quanto um bolo normal. Um bolo convencional precisa de pelo menos 3 dias desde o preparo até a decoração dele. Já Bentô Cake de um dia para o outro ele fica perfeito”, explica Jéssica.

Thais trabalha com três opções de recheios. “Eu faço esses bolinhos e congelo. Eu tiro um dia produzo uma quantidade de cada sabor, embalo certinho como tem que ser a embalagem para congelamento e congelo. Um dia antes do pedido do cliente, eu tiro ele do freezer para geladeira para ele descongelar em geladeira, e decoro.”

Preparo

“Foi na prática que eu fui me aperfeiçoando. No início foi bem difícil porque comecei desenhando com chantilly e ele mancha um pouco”, conta Renata sobre como foi o início da produção.

Renata Fernandes/Arquivo pessoal

“Até então eu não sabia nem desenhar um Zé palito e eu mesma estou surpresa com uma grande evolução que já tive, principalmente nos desenhos”, diz Jéssica. A confeiteira começou praticando em papel manteiga antes de ir fazer no bolo.

Thais conta que, conforme foi aprendendo na preparação, começou a escrever e fazer os desenhos da mesma cor que o bolo. Caso errasse o desenho, o bolo não ficaria manchado. Ao finalizar, ela contorna o desenho e a escrita com outra cor.

Bentô Cake é uma moda passageira?

Para Renata, é difícil dizer se o Bentô continuará com a mesma demanda durante o ano, porque “na confeitaria muita coisa muda, tem muita coisa nova”. Mas ela acredita que o bolo é bem-querido pelo seu público.

Jéssica acredita que o Bentô Cake permanecerá por um bom tempo ainda, afinal, ele já é bastante antigo em outros países e até hoje ainda é febre.

Thais acredita que o estilo do Bentô Cake, um bolinho na marmita, permaneça, mas que a decoração mudará, com frases e desenhos diferentes.

Bentô Ovo

Com a aproximação da Páscoa, que este ano será no dia 17 de abril, as confeitarias passam a disponibilizar o cardápio de páscoa.

Jéssica e Renata já apresentaram para os clientes opções uma espécie de “Bentô Ovo”, com as frases e desenhos feitos por cima do recheio. Ambas estão aceitando pedidos até 8 de abril.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo