Câmara de Joinville tira reforma da Previdência de pauta e servidores adiam paralisação

PL que seria votada nesta segunda-feira, 14, foi transferida para o dia 21 de setembro

Câmara de Joinville tira reforma da Previdência de pauta e servidores adiam paralisação

PL que seria votada nesta segunda-feira, 14, foi transferida para o dia 21 de setembro

Redação

Marcada inicialmente para esta segunda-feira, 14, a Câmara de Vereadores de Joinville decidiu adiar a votação sobre o aumento da contribuição previdenciária dos servidores para a próxima segunda, 21. Consequentemente, a paralisação agendada pelos funcionários públicos também foi adiada.

De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos de Joinville e Região (Sinsej), o presidente da Comissão de Legislação e Justiça, Richard Harrison (MDB), garantiu que o Projeto de Lei Complementar 003/2020 irá à votação somente na próxima semana. Com isso, uma nova assembleia foi agendada para a mesma data, às 15 horas, quando os servidores irão optar ou não pela paralisação.

Leia também: Servidores de Joinville discutem volta às aulas, Ipreville e possível paralisação

O projeto é de autoria do prefeitura de Joinville, Udo Dohler, e propõe o aumento da contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14% ao mês. A categoria é contrária à proposta e entende a alteração com uma redução salarial.

Quer receber notícias diretamente no seu celular? Clique aqui e entre no grupo de WhatsApp do jornal

Prefere ficar bem informado pelo Telegram? O jornal tem um canal de notícias lá. Clique aqui para participar

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo