+

Casal é preso no PR acusado de matar homem em primeiro homicídio de 2024 em Joinville

Caso ocorreu em janeiro

Casal é preso no PR acusado de matar homem em primeiro homicídio de 2024 em Joinville

Caso ocorreu em janeiro

Bernardo Gonçalves

Uma mulher e um homem, de 52 e 53 anos, foram presos nesta quinta-feira, 9, na cidade de Francisco Beltrão (PR) acusados de matar Clarindo Schroeder, de 52 anos, no bairro Pirabeiraba, em Joinville. O caso ocorreu no dia 30 de janeiro e marcou o primeiro homicídio do ano na cidade.

Entenda o caso

O crime, segundo a Polícia Civil, destacou-se pela sua brutalidade e circunstâncias. Clarindo, ainda de acordo com a polícia, foi assassinado a tiros em plena luz do dia, sem qualquer possibilidade de defesa, logo após um acenar para os autores do crime. A investigação teria revelado que a motivação do crime foi por questões financeiras.

Durante a busca na residência dos suspeitos, as autoridades encontraram uma espingarda calibre ponto 40, municiada com um cartucho “longo” calibre ponto 38, além de 46 munições do mesmo calibre. O casal foi preso em flagrante pelo porte ilegal de arma de fogo.

A investigação da Delegacia de Homicídios de Joinville durou três meses e conseguiu descobrir o paradeiro do casal, que teria fugido da cidade em fevereiro, buscando refúgio na cidade paranaense.

“Esta prisão marca um avanço significativo no caso, trazendo esperança de justiça para a família da vítima e para a sociedade”, diz a PC.

Leia também:
1. Com investimento milionário, loja da BYD em Joinville inaugura ainda em 2024
2. “São os mais diversos cenários”: veterinária de Joinville relata resgates no Rio Grande do Sul
3. Anvisa determina recolhimento de lotes do detergente Ypê
4. Professores da rede estadual de Joinville suspendem greve
5. Mulher é esfaqueada por ex-companheiro e faca quebra no corpo da vítima em Joinville


Assista agora mesmo!

Família síria foge de terremoto na Turquia e encontra lar em Joinville:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo