+

Com um mês de atraso, parte dos respiradores comprados pelo Estado foi embarcada, diz empresa

Previsão da Veigamed é de que 50 dos 200 respiradores adquiridos cheguem por volta de 12h desta terça-feira, 12

Com um mês de atraso, parte dos respiradores comprados pelo Estado foi embarcada, diz empresa

Previsão da Veigamed é de que 50 dos 200 respiradores adquiridos cheguem por volta de 12h desta terça-feira, 12

Cristóvão Vieira

A empresa Veigamed, contratada pelo governo de Santa Catarina para trazer 200 ventiladores pulmonares da China, em dispensa de licitação que está sob suspeita, anunciou no início da tarde desta segunda-feira, 11, que o primeiro lote dos equipamentos está embarcado.

Ou seja, 50 dos duzentos respiradores adquiridos na China – que deveriam ter chegado no dia 7 de abril – tem a previsão de estarem em solo brasileiro nesta terça-feira, 12. A Veigamed não informou quanto tempo levará para os demais respiradores chegarem.

Contudo, os primeiros equipamentos não estarão à disposição tão logo aterrizem: o desembarque, a inspeção, o desembaraço e o transporte até Santa Catarina levarão 24 horas, conforme previsão da própria empresa.

O valor total da compra (R$ 33 milhões), com pagamento antecipado, as condições da dispensa licitatória e uma série de denúncias fizeram com que esta transação fosse investigada por uma força-tarefa, que suspeita, inclusive, da ação de uma organização criminosa.

Confira a nota da Veigamed

“A VEIGAMED, empresa distribuidora de produtos médicos que atua há 22 anos no mercado, informa que o primeiro lote com 50 respiradores invasivos Shangrila S510 foram embarcados, duas horas atrás, no aeroporto de Guangzhou, com destino ao Brasil. A previsão de chegada ao país é amanhã (12/5), por volta do meio-dia (12h). Após o pouso, o prazo para a entrega da carga ao governo do Estado de Santa Catarina é de até 24 horas, somando-se o tempo de desembarque, inspeção e desembaraço, além de transporte em caminhão-cofre com escolta armada até o depósito designado pelo governo do Estado de Santa Catarina.”

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo