+

Dois hospitais de Joinville alcançam alta conformidade em avaliação da Anvisa

Agência avaliou segurança do paciente nas unidades

Dois hospitais de Joinville alcançam alta conformidade em avaliação da Anvisa

Agência avaliou segurança do paciente nas unidades

Fred Romano | Revisão

Dois hospitais de Joinville alcançaram alta conformidade com práticas de segurança do paciente em avaliação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), publicada em 5 de abril. As unidades joinvilenses são o Hospital Regional Hans Dieter Schmidt e o Hospital Infantil Jeser Amarante Faria.

O Relatório da Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde/2023 analisou hospitais que possuem leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Além dos hospitais de Joinville, outras 32 unidades federais, estaduais, municipais e filantrópicas, que atendem pelo SUS, também compõem a lista.

Santa Catarina ainda se destacou com 92% de adesão à pesquisa, ou seja, dos 75 hospitais com UTI convidados, 69 participaram da avaliação. Esse índice garantiu ao estado a sétima posição entre as unidades da federação que superaram a média nacional e a meta prevista para 2023, que era de 80% de participação dos hospitais do país com UTI.

“Esta avaliação nacional é uma iniciativa prevista no Plano Integrado para a Gestão Sanitária de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde. É considerada uma estratégia importante para a promoção de ações de melhorias nos processos assistenciais e, consequentemente, adoção da Cultura de Segurança positiva na rotina de trabalho destes estabelecimentos de saúde. Neste sentido, este instrumento nos auxilia a proporcionar um cuidado mais seguro aos nossos pacientes”, explica a coordenadora Estadual de Segurança do Paciente, Elisângela Weigel Schappo.

A Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente em hospitais com UTI é realizada anualmente sob coordenação da Anvisa e dos Núcleos de Segurança do Paciente das Vigilâncias Sanitárias e coordenações estaduais de controle de infecção.

O instrumento envolve a avaliação de 21 requisitos divididos entre estrutura e processos. Entre eles estão protocolos para segurança do paciente, prática de higiene das mãos, cirurgia segura, prevenção de quedas e lesão por pressão implantados, regularidade da notificação de incidentes relacionados à assistência à saúde, monitoramento de indicadores de infecções, monitoramento de consumo de antimicrobianos em UTI Adulto, e monitoramento de indicadores de conformidade aos protocolos de segurança do paciente.

“Trabalhar com segurança do paciente é um convite à reflexão e análise contínua de hábitos, atitudes e comportamento, tanto dos profissionais da saúde quanto dos pacientes e familiares. É um conjunto de boas práticas voltado para a diminuição da ocorrência de eventos adversos causados por falhas durante a assistência prestada”, complementa Elisângela.

Leia também:
1. Chuva forte causa alagamentos, deslizamentos e eleva alerta em Joinville
2. Homem é encontrado morto em casa abandonada em Joinville
3. Terça-feira em Joinville: saiba como fica previsão do tempo
4. Lista preliminar de endereços que podem sacar FGTS devido às chuvas em Joinville é divulgada
5. Joinville registra 20ª morte por dengue em 2024


Assista agora mesmo!

Taiwanesa achou que cemitério de Joinville era um parque:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo