+

Eleições 2022: painel em Joinville reúne candidatos a governador de Santa Catarina; veja propostas

Painel aconteceu nesta segunda-feira

Eleições 2022: painel em Joinville reúne candidatos a governador de Santa Catarina; veja propostas

Painel aconteceu nesta segunda-feira

Yasmim Eble

votação

Nesta segunda-feira, 19, aconteceu o painel com candidatos ao governo de Santa Catarina, no salão nobre da Associação Empresarial de Joinville (Acij). O evento começou às 18h e foi organizado pelo Conselho das Entidades Empresariais de Joinville. 

As entidades Acij, Acomac, Ajorpeme e CDL Joinville fazem parte do Conselho das Entidades e fizeram seus discursos dando início a noite. “Essa é uma noite em que a iniciativa privada e pública em conjunto realizam uma ação para o bem da nossa economia e da nossa cidade”, relatou a presidente da Acij, Maria Regina de Loyola. 

“Unidos somos mais fortes. Joinville pode e deve ficar sempre unida”, José Haveroth, presidente da Acomac, completou. Foram convidados oito dos dez candidatos a governador do Estado. Estiveram presentes os candidatos. 

Cada candidato teve 10 minutos para uma apresentação com base em duas pautas solicitadas pela entidade. A primeira pauta foram os projetos previstos no plano de governo para estimular o desenvolvimento do setor produtivo em todo o estado e a outra é quais são os compromissos para melhorar a qualidade de vida da população de Joinville e região.

Uma transmissão simultânea do painel aconteceu no Salão Tigre, também na Acij. No painel, foi utilizado como critério a ordem alfabética por meio do nome de cada candidato. Porém, o jornal O Município Joinville colocará as respostas pela ordem alfabética do nome de urna dos candidatos a governo de Santa Catarina, conforme o manual do jornal. 

Confira as propostas de cada candidato:

Décio Lima (PT)

Para o candidato Décio Lima, as principais mensagens de seu governo são a democracia e os valores dentro da formação individual como respeito e o convívio com a pluralidade. “Olhem para mim, como alguém com a tranquilidade de alguém que vai trazer a resolução dos problemas de Santa Catarina”, relatou o candidato. 

Ele prometeu durante sua fala que irá governar as 21 microrregiões de Santa Catarina e estabelecer e garantir a estabilidade das relações e das construções de um modelo diferente de governança. “Ninguém governará bem Santa Catarina, se não governar com Joinville e a região Norte”, comentou.

Assuntos como a duplicação da BR-280, obras nas vias de acesso a cidade, na área portuária e na Serra Dona Francisca também foram citadas pelo candidato. A educação, a infraestrutura e os problemas de logística foram pontos chaves na fala do candidato, que apresentará, segundo ele, um plano de investimento nas aréas no começo de 2023.

Esperidião Amin (PP)

Para o candidato Esperidião Amin, a convergência dos fatores que vão levar a região a se tornar um ponto de destaque em relação a logística tem que ser melhor pensados. “A questão portuária pode nos colocar em segundo lugar no Brasil e na América do Sul quando se trata de logística”, relatou o candidato. 

Segundo Amin, é necessário abater as dívidas e realizar um esforço para o crescimento do estado. Para isso, o candidato relata que não terá preconceitos e que não irá se preocupar apenas com espaços físicos quando se trata da educação. E sim, em equipamentos de qualidade e ferramentas para qualificar o estudante.

Educação, infraestrutura e logística foram os destaques em suas falas. “É preciso apostar no jovem empreendedor. A economia tem que se movimentar e para isso precisamos eleger um governador com governabilidade”, finalizou.

Gean Loureiro (União Brasil)

O candidato Gean Loureiro relatou que é necessário a redução da burocracia, no entanto, a tarefa para isso ser realizada é extensa. “Eu enfrentei tarefas analisando os fluxogramas e trabalhamos em todos os pontos até serem operados”, explicou o candidato. 

Para ele, a questão ambiental é um grande entrave às empresas a demora dos licenciamentos ambientais e para isso é necessário modificar esse licenciamento e confiar no empreendedor para que a licença seja mais rápida. Outra questão apresentada foi a qualificação de mão de obra, ensino médio profissionalizante e a ampliação do efetivo.

Um dos compromissos assumidos para Joinville foi assumir a folha do Hospital São José e também a construção de um hospital na Zona Sul da cidade para média complexidade.

Jorge Boeira (PDT)

Para o candidato a governador Jorge Boeira, seus diferenciais na política foram a diminuição de gastos como parlamentar e a renúncia à sua aposentadoria.  “Tenho princípios básicos que eu defendo como o forte investimento na educação, ciência e tecnologia”, relatou. 

Outra questão, é um controle rigoroso das contas públicas. “Estamos em um estado de abandono, precisamos de um governo com capacidade de gestão”, completou. Ele relatou também que é necessário qualificar a mão de obra de forma profissional e pessoal, tendo uma manutenção preventiva. 

Além disso, os assuntos de renúncia fiscal, projetos de infraestrutura e a redução dos gastos no governo foram as principais bandeiras relatadas pelo candidato.

Jorginho Mello (PL)

O candidato Jorginho Mello relatou que têm compromissos firmados com a cidade de Joinville desde o início de 2022. As principais são a garantia de dividir a folha de pagamento do Hospital São José e a duplicação dos acessos à cidade de Joinville. 

“Quero ser governador de Santa Catarina, pois este é um estado diferente de todos os outros”, comentou o candidato. Foram citadas por Jorginho os projetos das escolas técnicas, a formação de qualidade, a capacitação de jovens e o financiamento de micro e pequenas empresas, além de um programa para o agricultor conseguir investir. 

Outro ponto, foram os projetos para a cobertura do 5G em todo o estado e a representação das mulheres e da cidade de Joinville no governo de Santa Catarina.

Moisés (Republicanos)

O candidato Carlos Moisés (Republicanos) ressaltou durante a sua fala as melhorias e os programas criados durante o seu mandato como governador de Santa Catarina. Relatando que uma pesquisa interna divulgou que 80% dos catarinenses não conhecem os avanços realizados pelo governo. 

“Realizamos mais de 1 milhão de investimentos para Joinville e região. O plano 1000 também é um dos diferenciais do governo, mas faz parte das três bandeiras de quando assumimos o governo”, comenta Moisés. 

Durante os dez minutos, o candidato relatou os planos de combate a corrupção, do “Mais Brasil, Menos Brasília” e da diminuição das dívidas públicas. Segundo Moisés, foram projetadas políticas de centralização nas áreas da saúde, educação e foram multiplicados os investimentos em infraestrutura.

Outros assuntos relevantes foram as questões da educação profissionalizante, o enfrentamento da pobreza menstrual na educação estadual, a duplicação da BR-280 e o investimento nos acessos da cidade de Joinville.

Odair Tramontin (Novo)

Para o candidato Odair Tramontin, o governo que ele almeja é o que escuta o empreendedor catarinense. Segundo ele, é necessário tirar um peso dos ombros de quem empreende e produz em Santa Catarina.

“Isso é o DNA do partido, queremos criar um ambiente que facilite e melhore os negócios”, relatou Tramontin. Para ele, seus princípios e valores é o que irão guiar os seus projetos. “Não podemos dar soluções imediatas para problemas complexos”, completa. 

Em sua fala, ele citou que irá manter o plano 1000, assumir a gestão e a folha do Hospital São José, ampliar as guarnições de segurança e realizar melhorias na infraestrutura de Joinville e região.

Ralf Zimmer (Pros)

O candidato Ralf Zimmer relatou que para o seu plano de governo, se debruçou em assuntos necessários para a melhoria de Santa Catarina. Os principais assuntos abordados foram a transparência em governar e o investimento em segurança, educação e infraestrutura em Joinville e no Norte Catarinense. 

Os assuntos de reduzir a receita líquida e mudar o modelo de gestão arcaico que, segundo ele, está consumindo o tributo. “Temos projetos com decretos prontos já em nosso plano de governo, com soluções para a redução de tributo, sem propor milagres”, relatou. 

Outros temas apresentados foram a questão da saúde, com o compromisso de assumir a folha de pagamento do Hospital São José, e em segurança pública com o aumento do efetivo.

Leia também:
– Saiba tudo sobre as eleições 2022
– Homens são encontrados mortos no bairro Jardim Paraíso, em Joinville
– Três passageiros caem em ônibus após veículo passar por trilho de trem em Joinville
– Petrobras anuncia redução no preço do diesel; confira novo valor
– Auxílio Brasil: primeira parcela de setembro é paga nesta segunda-feira

Saiba tudo sobre as Eleições 2022:
– Últimas notícias
– Reportagens especiais e dúvidas frequentes
– Nomes, números e informações dos candidatos

– Assista agora:
Região de Joinville já era habitada há 10 mil anos: conheça os quatro povos anteriores à colonização

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo