+

Eleições 2022: presidente da Câmara de Joinville será candidato a deputado estadual

Político está no sétimo mandato como vereador

Eleições 2022: presidente da Câmara de Joinville será candidato a deputado estadual

Político está no sétimo mandato como vereador

Lucas Koehler

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville (CVJ), Maurício Peixer (PL), anunciou que deve concorrer para deputado estadual nas Eleições 2022. Atualmente no sétimo mandato como vereador, ele se diz com experiência para buscar um novo cargo na política.

Outro fator que motivou a decisão de Peixer é ele ser o presidente do partido em Joinville e presidente da Câmara da maior cidade catarinense. “Acredito que chegou o momento, estou preparado”, analisa.

Ele também destaca o atual trabalho realizado na CVJ, no qual diz ter resgatado a credibilidade da Casa. “É um trabalho correto que estamos fazendo”, pontua.

Além do vereador, o PL de Joinville terá o já atual deputado estadual Sargento Lima como outro candidato da cidade às eleições.

Já para deputado federal, a sigla concorrerá com Coronel Armando, que recém se filiou ao partido, e o empresário Ari Rabaioli, presidente da Federação das Empresas de Transporte de Carga do Estado de Santa Catarina (Fetransc).

Trabalho na Alesc

Para Maurício Peixer, um possível mandato na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) significa ter uma representação da região Norte. “Busca de recursos por meio de emendas e aproximar o governo municipal do estadual”, reflete.

O vereador afirma que atualmente a Prefeitura de Joinville tem um contato direto com o governador Carlos Moisés (Republicanos). “Não passa pelos deputados estaduais, os três de Joinville não têm ligação com o prefeito”, lamenta, se referindo a Kennedy Nunes (PTB), Fernando Krelling (MDB) e Sargento Lima (PL).

Além disso, o presidente da CVJ fala que brigará por pautas econômicas para Joinville, como aumentar o repasse do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e buscar repasses dos royalties de petróleo para a cidade.

Impacto na Câmara

Mesmo com a candidatura e um mandato na Alesc, Peixer analisa que a decisão não deve interferir na Câmara de Joinville. Ele cita haver um grupo de 14 vereadores aliados em pautas e projetos parecidos, mesmo com diferenças ideológicas.

Ele também cita uma “parceria” do grupo com a gestão do prefeito Adriano Silva (Novo), que não deve mudar com a sua possível eleição a deputado estadual. “Parceria sem ajuda de cargos e favores, mas sim de projetos para a cidade”, ressalta.

Como Maurício é presidente da CVJ, sua saída abriria a vaga para o comando da Legislação. Entretanto, o vereador afirma que o cargo deverá ser ocupado por um integrante deste grupo de 14 legisladores, que formam a maioria da Casa.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Joinville. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo