+
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

Eleições: Joinville está entre as três cidades de SC que podem ter segundo turno em 2024

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

Eleições: Joinville está entre as três cidades de SC que podem ter segundo turno em 2024

Raul Sartori

Segundo turno
Os dados do Censo de 2022 indicam que apenas três cidades de SC poderão ter segundo turno nas eleições de outubro deste ano, por terem mais de 200 mil eleitores. São Joinville, Florianópolis e Blumenau. No Brasil serão 102. Em 2020, última eleição local, foram 95.

Carne vermelha
Certamente haverá os que não vão gostar com uma nova lei que deve surgir em SC, a partir de projeto em vias de aprovação no Legislativo. De autoria da deputada Ana Campagnolo (PL), institui a Semana Estadual de Incentivo ao Consumo de Carne Vermelha, a ser celebrada, anualmente, entre os dias 24 e 30 de junho.

Referência mundial 1
O AlertaBlu, de Blumenau, ferramenta de comunicação com a população por meio de site e aplicativo em que milhares de seus moradores são informados do nível do rio, da situação das barragens locais e das projeções meteorológicas para os próximos dias, além de visualizar os abrigos mais próximos, dentre outras funcionalidades, tornam a cidade catarinense como uma referência internacional em boas práticas.

Referência mundial 2
O AlertaBlu é um case mundial, de ‘best practices’ global, disse ao jornal “O Estado de S. Paulo” Jack Campbell, especialista sênior em Gestão de Risco de Desastres do Banco Mundial na América Latina e no Caribe. Funciona tão bem que agora faz parte do repositório de boas práticas do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional. Ademais, a prefeitura já foi procurada por várias outras que estudam replicá-la.

Arroz bichado
Assustam as informações acerca de polêmica importação de arroz promovida pelo governo federal, de cujo leilão participaram, dentre outros, uma mercearia de bairro de Macapá, uma fabricante de sorvete de Tatuí (SP) e uma locadora de veículos e máquinas do Distrito Federal. Tudo indica que o produto já chega bichado pela corrupção.

Clamor
Pipoca cada vez mais nas colunas dedicadas aos leitores dos maiores jornais um clamor: que o Senado Federal assuma o seu papel e promova o necessário impeachment do ministro “supremo” Dias Toffolli que, diferentemente da mulher de César, nem se preocupa de aparentar honesto. E tem que ser urgente, antes que ocorra a inversão dos papeis, com o STF cassando o mandato de senadores por supostas denúncias a um dos seus intocáveis ministros.

Náutica
O setor náutico catarinense, responsável por 50% da produção de embarcações de lazer no Brasil e 90% das exportações, prepara-se para a edição 2024 do Marina Itajaí Boat Show, o maior salão náutico do Sul do país, de 4 a 7 de julho em Itajaí. Entre as novidades destaca-se uma homenagem póstuma a Ziraldo, o cartunista e defensor das águas, presente com elementos da linda campanha ecológica “Só jogue na água o que o peixe pode comer”, criada por ele.

Trovão
O deputado federal e caminhoneiro de profissão Zé Trovão (PL-SC) foi relator, na Comissão de Viação e Transportes da Câmara, de projeto que isenta o transportador autônomo de cargas do Imposto sobre Produtos Industrializados na compra de pneus novos para o próprio caminhão com até três carretas.

Segurança institucional 1
Na inspeção que fez semana passada, integrantes do Conselho Nacional de Justiça conheceram “in loco” , no TJ-SC, seu Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional, que garante a independência de seus magistrados e servidores e que já é compartilhado para mais de 20 tribunais e órgãos de todo o país. Desde sua criação em março de 2018, o núcleo realizou 1.841 procedimentos.

Segurança institucional 2
Sua atuação ultrapassa as divisas de SC. Foram 387 investigações de crimes e golpes cibernéticos de infratores sediados em São Paulo (falsos leilões, falsa central de atendimento e sequestros de contas de redes sociais), Rio Grande do Sul (bilhete premiado e golpe de nudes), Goiás (falso juiz e falso WhatsApp), Ceará (falsos precatórios) e Mato Grosso (falso WhatsApp).

Criminalização
Nunca em sua história os mais de 200 clubes de tiro existentes em SC enfrentaram tantas dificuldades para se manter diante das medidas restritivas do governo que, na sua ignorância e até com viés discriminatório, desconsidera o que eles, aqui, representam em história, tradição, esporte e economia. Sim, economia: arrecadavam de ICMS R$ 7 milhões em 2018 e que agora beiram a R$ 60 milhões. E nunca se registrou que qualquer um de seus membros saiu às ruas atirando a esmo ou matando gente.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo