+

Em jogo de sete gols, JEC vira sobre Inter de Lages e vence segunda seguida na Copa Santa Catarina

Tricolor virou placar de 3 a 1 para 4 a 3 em poucos minutos

Em jogo de sete gols, JEC vira sobre Inter de Lages e vence segunda seguida na Copa Santa Catarina

Tricolor virou placar de 3 a 1 para 4 a 3 em poucos minutos

Bernardo Gonçalves

Após estar atrás do placar por dois gols até os 15 minutos do segundo tempo, o JEC conseguiu uma grande virada na tarde deste sábado, 23, e venceu o Inter de Lages por 4 a 3 pela quarta rodada da Copa Santa Catarina 2023. Os gols do tricolor foram marcados por Antônio Porto, Warley (2x) e Juninho. Pelo lado da equipe da Serra Catarinense, marcaram Cleiton (2x) e Igor Bahia.

Gol relâmpago

A partida começou com o Inter de Lages abrindo o placar logo aos três minutos, após o zagueiro Vitão tentar tirar a bola da área, mas com a bola batendo em sua mão. Pênalti marcado.

Igor Bahia bateu do lado esquerdo e o goleiro Pedro, que fez estreia como profissional do JEC, defendeu, mas deu rebote. Cleiton aproveitou que a zaga do tricolor não disputou e só empurrou a bola para o fundo das redes.

JEC melhor, mas Inter de Lages amplia

Após o gol, o JEC era melhor, mas só conseguiu responder com perigo somente aos dez minutos. Em boa triangulação, Warley recebeu lindo passe de peito de Antônio Porto e chutou de primeira na entrada da área. Goleiro Andrey se esticou todo para salvar os visitantes.

Em jogo mais aberto depois dos 15, o Joinville tinha o controle do jogo, mas não conseguia marcar. Com isso, que marcou novamente foi o Inter de Lages.

Aos 26, Cleiton aproveitou erro de saída de jogo no campo de defesa do tricolor. Ele chutou de forma despretensiosa de fora da área. A bola desviou no zagueiro Vitão e matou o goleiro Pedro. 2 a 0 Inter de Lages.

JEC busca e diminui

Com dois gols atrás do placar, o JEC precisava de um gol para voltar ao jogo e tinha as melhores oportunidades quando a bola passava pelo camisa 10 Warley.

Ele se movimentava pelo ataque inteiro e, aos 35, sofreu falta perto da grande área, um pouco pelo lado direito. Ele cobrou colocado de perna direita por cima da barreira. A bola explodiu na trave.

Em cima e melhor, o tricolor criava, criava, mas tinha dificuldades no último terço de campo. E quem não estava tão bem e apareceu para ser peça fundamental foi o atacante Guilherme Cachoeira.

Já aos 43, ele recebeu passe pelo lado esquerdo de ataque e levou para o meio. O zagueiro do Inter de Lage deu o contato, mas o camisa 11 não caiu e chutou forte de fora da área.

O goleiro Andrey deu rebote e Antônio Porto empurrou para o fundo das redes para diminuir o placar. Foi o primeiro gol dele como jogador profissional do JEC.

Com isso, os visitantes foram para o vestiário com a vantagem de 2 a 1.

Continua após o anúncio

Balde de água fria

Saindo para intervalo melhor, a expectativa era do JEC conseguir o empate. Mas quem marcou de novo foi o Inter de Lages.

Aos 5, Igor Bahia recebeu passe dentro da área pelo lado direito. Ele teve tempo de dominar, ajeitar e chutar de perna direita colocado no campo esquerdo do goleiro Pedro. 3 a 1.

Com novamente dois gols atrás, o JEC partiu para cima para poder diminuir o prejuízo. Aos 13, teve falta pelo lado esquerdo. Léo Campos cruzou na área. A bola foi na cabeça de Evanderson, que cabeceou. A bola passou perto do gol do goleiro Andrey.

JEC diminui novamente

Dois minutos depois, o gol veio. Em escanteio cobrado pelo lado esquerdo de ataque, o zagueiro do tricolor subiu mais que todo mundo e cabeceou. O goleiro Andrey defendeu, mas deu rebote e a bola ficou viva dentro da área. Warley aproveitou e chutou firme para diminuir novamente o placar.

Aos 20, quase o empate saiu com Guilherme Cachoeira. Ele recebeu na área, partiu para cima do zagueiro do Inter de Lages, puxou para a perna direita e chutou. A bola ficou mascada, mas perigosa. Andrey jogou para escanteio.

Warley, de novo

Mesmo com mudanças promovidas pelo técnico Fabinho Santos, quem brilhou foi Warley, de novo. E da mesma forma.

Aos 30 minutos, após cabeceio, a bola ficou viva novamente na área e o camisa 10 do JEC chutou firme de perna direita – no mesmo lugar que marcou o primeiro gol dele – para empatar o jogo.

A virada

E se em um primeiro momento se as trocas no tricolor acabaram não surtindo tanto efeito, aos 36 funcionou.

O atacante Juninho, que entrou no lugar de Antônio Porto – companheiro de clube no sub-20 -, acertou um belo chute de perna direita na área pelo lado direito após receber bom lançamento. O goleiro Andrey, que fez cera por 5 minutos antes do lance do gol, não segurou e a bola morreu na bochecha esquerda da rede.

Nos minutos finais, o JEC se postou mais atrás para aproveitar os contra-ataques. Nenhum funcionou de fato, mas a virada foi selada após apito final do árbitro Ramon Abatti Abel aos 51 minutos.

Como fica

Com a segunda vitória seguida na Copa Santa Catarina, o JEC é o quinto colocado com seis pontos ganhos, mas pode ser ultrapassado por Avaí e Chapecoense, que ainda jogam na rodada.

Próxima rodada

Na quinta rodada, o JEC jogará a terceira partida fora de casa, desta vez contra o Concórdia no próximo sábado, 30, às 15h, no estádio Domingos Machado de Lima.

JEC x Inter de Lages

JEC: Pedro Moreira; Caio Felipe (Danilo Matielo); Vitão, Lucas Souza e Léo Campos; Evanderson, Lucas de Sá (Ramon César) e Warley (Fabrício); Guilherme Cachoeira, Lucas Douglas (João Gabriel) e Antônio Porto (Juninho).

Técnico: Fabinho Santos

Inter de Lages: Andrey, Williams Bahia, Iverton, Almir Luan e Kelvin; Bruno Sena, Cleiton e Baianinho (Índio); Venícius (Ramon), Igor Bahia (Bambam) e Vitinho.

Técnico: Evandro Guimarães

Gols: Cleiton 2 x (Inter de Lages), Antônio Porto (JEC), Warley 2x (JEC), Juninho (JEC).

Cartões amarelo: Venícius (Inter de Lages) e Índio (Inter de Lages).

Arbitragem

Árbitro: Ramon Abatti Abel (FIFA)
Assistente 1: João Victor Aparecido Donner Macedo(FCF)
Assistente 2: Cristian Junges Delfino (FCF)
Quarto árbitro: Halisson Eliabe Alves (FCF)

Público e renda

Público: 2.005 pessoas
Renda: R$ 22.050 mil


Assista agora mesmo!

Máquina de peido e comendo rollmops pela primeira vez: Sargento Junkes leva a “digníssima” para contar histórias hilárias em bar:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo