+

Filho suspeito de matar casal no Norte Catarinense movimentou contas bancárias das vítimas

Filho de uma das vítimas é o principal suspeito

Filho suspeito de matar casal no Norte Catarinense movimentou contas bancárias das vítimas

Filho de uma das vítimas é o principal suspeito

Isabel Lima

O filho suspeito de matar o pai e a madrasta em Porto União, no Norte Catarinense, movimentou as contas bancárias das vítimas nos dias em que elas estavam desaparecidas. A revelação foi feita pela Polícia Civil, que investiga o caso que já apontava o filho como principal suspeito.


Segundo o delegado responsável pelo caso Eduardo Mendonça, o filho de Ivo Romano Lerner, de 63 anos, foi visto pelos vizinhos arando a terra do terreno. Conforme os relatos, a atitude não era comum, ainda mais devido ao período de chuvas na região.

Outro indício que já apontava para o filho são as munições encontradas enterradas junto ao casal, com o mesmo calibre de uma arma registrada no nome do suspeito. Eles foram encontrados enterrados nos fundos de casa, em sacos de lixo. Além disso, o delegado Eduardo pontua que o casal foi enterrado com auxílio de uma patrola, equipamento que o suspeito possuí.

Movimentação das contas

De acordo com o delegado, a Polícia Civil ainda aguarda a resposta dos bancos sobre os valores e locais que o suspeito gastou o dinheiro do pai e da madrasta. Até então, indícios apontam que ele comprou uma passagem para São Paulo e sacou R$ 3 mil, além de outras compras, que devem totalizar cerca de R$ 12 mil.

As movimentações foram realizadas entre segunda-feira, 23, e quarta-feira, 25. Já na quinta-feira, 26, o suspeito foi preso preventivamente.

Entenda o caso

O casal desaparecido Ivo Romano Lerner, de 63 anos, e Rita Zanella, de 68 anos, foram encontrados mortos nos fundos da residência em sacos de lixo na quinta-feira, 26, em Porto União, no Norte Catarinense. O casal estava desaparecido desde segunda-feira, 23.

O caso aconteceu na localidade de Colônia Cerne. Segundo a Polícia Militar, familiares e vizinhos relataram que encontraram o casal, donos da propriedade, enterrados na área de plantio da família. No local, as vítimas estavam enroladas em sacos plásticos.

Na segunda-feira, 23, um boletim de ocorrência foi realizado informando o desaparecimento do casal. Os familiares foram até a residência verificando vestígios de sangue no banheiro e coisas fora do lugar. Um colchão também estava queimado no quintal da residência.

Leia também:
1. Orlas de praias de São Francisco do Sul receberão obras de pavimentação; saiba quais
2. Censo 2022: saiba o que mudou nas populações de Araquari e São Francisco do Sul
3. Identificada adolescente assassinada em São Francisco do Sul
4. Prefeitura implementa trevo alemão em entrocamento de ruas de Joinville
5. VÍDEO – CEI de Joinville é atingido por incêndio


Assista agora mesmo!

Batalhão da comédia: Palhaço Birita e Sargento Junkes contam piadas no Bar da Zenaide:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo