O isolamento social, principalmente do grupo de risco, é essencial para evitar o agravamento das consequências da Covid-19. Porém, em muitos casos, os cuidados com a saúde não podem ficar para depois. Levando isso em consideração, recentemente o Conselho Federal de Medicina (CFM) reconheceu a possibilidade de serem adotadas no país, em caráter excepcional, algumas modalidades da telemedicina. De acordo com a entidade, a autorização tem por objetivo proteger tanto a saúde dos médicos como a dos pacientes. A partir desta iniciativa, o Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem, empresa do Grupo Opty em Joinville (SC), passa a oferecer a opção de atendimento oftalmológico por meio de videoconferência. No atual cenário a plataforma digital é uma aliada fundamental para facilitar esclarecimentos aos pacientes e evitar o deslocamento ao consultório.

A teleorientação oftalmológica prestada pelo Hospital Sadalla auxiliará, inicialmente, nos seguintes casos ou sintomas: suspeita de Conjuntivite, Tersol, sintomas de irritação ocular (olho vermelho, ardência, coceira, sensação de areia), primeira orientação em caso de trauma ocular, baixa súbita de visão ou moscas volantes, hemorragia conjuntival, orientação de lente de contato ou pós-cirúrgico e dúvidas gerais sobre saúde ocular. “O serviço irá ajudar muito também pacientes que tratam doenças crônicas e que precisam de revisão médica para aquisição dos medicamentos com prescrição”, explica o Dr. Renan Ferreira Oliveira, Oftalmologista do Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem e Presidente do Comitê de Inovação do Grupo Opty.

O agendamento é pelo whatsapp, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, no número (47) 99707-0030. Após o agendamento, o paciente receberá uma mensagem de confirmação com seu horário e link para acesso à teleorientação. Poucas horas antes do horário agendado, o paciente receberá outra notificação, alertando para o teleatendimento, que poderá ser realizado em computador ou celular.

Dr. Renan ressalta a importância dessa inovação diante do atual cenário de distanciamento. “Temos muitos pacientes que se enquadram no grupo de risco, como idosos e diabéticos, com isso, o serviço de teleorientação une tecnologia ao atendimento humanizado. Mesmo a distância, os médicos poderão realizar orientação, proporcionando segurança e cuidado com a qualidade e ética do Hospital Sadalla”, destaca.

Sobre o Opty

O Grupo Opty nasceu em abril de 2016, a partir da união de médicos oftalmologistas apoiados pelo Pátria Investimentos, que deu origem a um negócio pioneiro no setor oftalmológico do Brasil. O grupo aplica um novo modelo de gestão associativa que permite ampliar o poder de negociação, o ganho em escala e o acesso às tecnologias de alto custo, preservando a prática da oftalmologia humanizada e oferecendo tratamentos e serviços de última geração em diferentes regiões do País. No formato, o médico mantém sua participação nas decisões estratégicas, mantendo o foco no exercício da medicina.

Atualmente, o Grupo Opty é o maior grupo de oftalmologia da América Latina, agregando 20 empresas oftalmológicas, 1700 colaboradores e mais de 560 médicos oftalmologistas. O Instituto de Olhos Freitas (BA), o DayHORC (BA), o Instituto de Olhos Villas (BA), a Oftalmoclin (BA), o Hospital Oftalmológico de Brasília (DF), o Hospital de Olhos INOB (DF), o Hospital de Olhos do Gama (DF), o Centro Oftalmológico Dr. Vis (DF), o Hospital de Olhos Santa Luzia (AL), o Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem (SC), o Centro Oftalmológico Jaraguá do Sul (SC), a Clínica Visão (SC), o HCLOE (SP), a Visclin Oftalmologia (SP), o Eye Center (RJ), Clínica de Olhos Downtown (RJ) e COSC (RJ), Lúmmen Oftalmologia (RJ), Hospital de Olhos do Meier (RJ) e Hospital Oftalmológico da Barra (RJ) fazem parte dos associados, resultando em 40 unidades de atendimento.

Visite www.opty.com.br.

Deixe uma resposta