+

Joinvilense apaixonado por esportes radicais se prepara para escalar o Everest; conheça projeto

Edgar Nascimento escalou o Aconcágua, na Argentina, em janeiro

Joinvilense apaixonado por esportes radicais se prepara para escalar o Everest; conheça projeto

Edgar Nascimento escalou o Aconcágua, na Argentina, em janeiro

Thiago Facchini

A paixão pelos esportes radicais corre na veia do joinvilense Edgar Nascimento, de 29 anos. Após viagem aos Estados Unidos, ele decidiu que queria subir o monte Everest. Para chegar ao objetivo, começou o projeto 7 Cumes. Ele quer escalar as sete maiores montanhas de cada continente.

Bombeiro voluntário em Joinville, Edgar atualmente está de licença da corporação para seguir os projetos pessoais. Além de escalar, Edgar é paraquedista, piloto de parapente, mergulhador e atirador esportivo, provando que a paixão pelos esportes sempre esteve presente na vida do joinvilense.

“Desde criança eu falo em montanhas e subo em morros. Sou uma pessoa que gosta muito de desafios. Ainda quando estava nos Estados Unidos, comecei a mentalizar que queria ir para o Everest. Me veio o desejo de desbravar este universo”, diz.

Gigantes dos continentes

Na lista das sete maiores montanhas de cada continente estão Everest, no Nepal; Aconcágua, na Argentina; Elbrus, na Rússia; Quilimanjaro, na Tanzânia; Denali, no Alasca; Pirâmide Carstensz, na Oceania; e Vinson, na Antártida. Todas estão na rota do joinvilense.

Para se preparar para subir o Everest, Edgar começou com montanhas menores. Em 2019, escalou a montanha Colorida, no Peru. O joinvilense brinca que, na ocasião, o monte foi apelidado de “white mountain” (montanha branca), pois, quando escalou, estava nevando e as cores da montanha não puderam ser vistas.

Depois, com o projeto 7 Cumes, ele começou a escalar as gigantes de cada continente. Além de ser a maior da América do Sul, Aconcágua é também a mais alta montanha do mundo fora da cordilheira do Himalaia. O primeiro desafio na Argentina já foi cumprido por Edgar em janeiro deste ano.

“Para ir para o Everest é necessário cumprir algumas etapas, como fazer algumas montanhas acima de 6 mil metros. Comecei a fazer cursos e dei início ao meu primeiro projeto, que é Aconcágua”, explica.

Edgar com a bandeira de Joinville, durante escalada na Argentina. Foto: Arquivo pessoal

Surpresa na Argentina

Escalando a montanha na Argentina, Edgar ficou muito perto de chegar ao topo. No entanto, foi surpreendido por uma tempestade que forçou ele a descer para evitar riscos. O joinvilense foi o único de um grupo de dez brasileiros que chegou mais longe naquela ocasião.

“Eu comecei pela segunda maior montanha da lista das sete. Fiquei 28 dias em Aconcágua e foi um desafio enorme. Fiquei a 99 metros abaixo do topo e estava vendo ele. Porém, tivemos que descer por causa de uma tempestade”, conta.

O próximo desafio de Edgar no projeto 7 Cumes é o Quilimanjaro. O joinvilense deve viajar para a Tanzânia em setembro, mês em que irá escalar a segunda montanha na lista do projeto pessoal.

Influenciador nas redes

Edgar divulga o projeto no Instagram. Ele posta vídeos dos desafios que enfrenta. Um deles, mostra o joinvilense passando dificuldades durante a escalada. Edgar tem mais de 17 mil seguidores na rede social. Além do perfil pessoal, ele divulga o projeto em outra conta destinada a mostrar os desafios.

Instagram: @edgarnsc e @extremeaction.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Joinville. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Leia também:
“Vai prá trás, meu Deus do céu”: Bolsonaro viraliza ao afastar vice-governadora de SC em evento
Resultado Trimania: morador de Joinville ganha prêmio principal
Mulher morre em hospital após acidente entre carros em Joinville
PM recebe denúncia de violência doméstica e encontra homem foragido em Brusque
Fitub, um dos maiores festivais teatrais da América Latina, volta a acontecer presencialmente em Blumenau

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo