Joinvilense é alvo de ataques em reality show da Itália

Um dos participantes chegou a ameaçá-la de estupro

Joinvilense é alvo de ataques em reality show da Itália

Um dos participantes chegou a ameaçá-la de estupro

Redação

A joinvilense Dayane Mello, de 31 anos, foi vítima de ataques machistas e xenofóbicos no “Grande Fratello Vip”, um reality show da Itália, país onde mora desde 2017.

O acontecido tem mobilizado pessoas do Brasil, que compartilharam vídeos criticando as cenas e atitudes dos outros participantes.

Os internautas subiram a tag “Dayana Merece Respeito” no Twitter, que se tornou um dos assuntos mais comentados da rede social no Brasil

No programa, durante a votação para o “paredão”, Francesco Oppini, um dos participantes ameaçou Dayane dizendo que “em Verona (cidade italiana), ela seria estuprada”.

Além disso, durante uma das baladas do reality, o participante disse que “uma festa com ela e meus amigos seria um desastre”.

Em outro momento, visivelmente abalada, a joinvilense desabafa sobre a situação com outro participante. “Sou mãe. E se amanhã as mães falarem sobre isso na escola da Sofia (sua filha)?”, lamenta.

Ainda na infância, no Brasil, Dayane foi abandonada pela mãe e, ao lado do irmão, enfrentou dificuldades financeiras e para se alimentar.

Anos depois, com 17 anos, se mudou para o Chile. Lá, se tornou modelo e foi contratada para ensaios fotográficos e desfiles de moda em passarelas.

Na Itália, a joinvilense já participou de outros reality shows como “Dança dos Famosos”, “Ilha dos Famosos” e “No Limite”.


Receba notícias no seu WhatsApp: basta clicar aqui para entrar no grupo do jornal

Clique aqui e inscreva-se no canal no YouTube do jornal O Município Joinville. Vem muita novidade por aí!

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo