+

Metaverso e mini mercado inteligente: confira novidades da feira na Expogestão

Feira acontece até esta quinta-feira

Metaverso e mini mercado inteligente: confira novidades da feira na Expogestão

Feira acontece até esta quinta-feira

Yasmim Eble

A Expogestão 2023 acontece na Expoville, em Joinville, até nesta quinta-feira, 28. A Feira de Negócios é uma das diversas áreas onde os intercâmbios de ideias entre empresários e empresas acontecem. 

“A feira de negócios foi pensada em um ambiente que pode ser atrativo para as mais diversas áreas que compõem a Expogestão. Por isso, é possível encontrar desde diálogos para o mercado até tecnologias inovadoras”, explica o presidente da ExpoGestão, Alonso José Torres. O jornal O Município Joinville visitou três espaços com propostas diferentes na Feira de Negócios.

Metaverso

Feirantes podiam utilizar o óculos para uma imersão no metaverso. | Crédito: Yasmim Eble/O Município Joinville

Poder navegar em uma clínica de saúde no metaverso. Essa é a proposta que a empresa AsQ, de Florianópolis, trouxe para a Feira de Negócios da Expogestão, em Joinville. O stand trouxe o Saúde Box e um Viewer.

Com óculos de realidade virtual é possível entrar na clínica de saúde e simular o espaço físico de uma clínica médica, onde a pessoa pode navegar pela recepção, sala de espera e consultório. 

Já o Saúde Box é uma plataforma com dispositivos portáteis integrados que mostram informações como composição corporal, pressão arterial e outros exames realizados no metaverso. 

Confira o vídeo: 

Segundo o CEO da AsQ, André Machado Júnior, o projeto surgiu da necessidade de pensar em soluções para as empresas. “Nós sempre pensamos muito em inovação e tecnologia, juntando com um ambiente de atendimento humanizado”, explica. 

No metaverso, a pessoa precisa criar um avatar. Ao realizar isso, ela tem acesso à recepção e aos consultórios. O processo pode ser feito pelo Viewer, o óculos de realidade aumentada, ou por meio do computador, com a realidade virtual. 

“O atendimento pode ser feito sem mostrar o rosto do médico ou do paciente, porém, caso haja necessidade, a câmera pode ser ligada”, conta. Os exames são projetados no sistema e as receitas são todas enviadas pelo WhatsApp ou contato cadastrado do paciente.

Mercado Inteligente 

Mini mercado autônomo pode ser instalado em empresas e coworkings. | Crédito: Divulgação

A 121 Smart Shop, de Joinville, trouxe para a Expogestão a proposta de mercado autônomo para ambientes corporativos. A estrutura foi pensada e moldada, durante dois anos, para ambiente corporativo.

“Trouxemos a ideia para a Expogestão para mostrar todo o nosso produto e por ser um modelo que funciona em Joinville. Achamos uma boa ideia expandir para outros municípios e estados do Sul”, conta João Victor Alves, de 23 anos, diretor comercial.  

A operação do mercado autônomo é simples e sem funcionários para o atendimento. A tecnologia é tanto para o usuário, quanto para a empresa. “As portas são todas travadas e tem um QR Code. A pessoa que quiser utilizar precisa baixar o aplicativo, fazer o cadastro e escanear o código da porta”, explica. 

Confira o vídeo:

Os dados das pessoas são validados pela Receita Federal. Quando o código é escaneado, a porta é liberada e a pessoa pode pegar o produto. “Ao pegar o produto, é necessário escanear o código de barras e adicionar ao carrinho. Ali o cliente pode decidir entre comprar mais ou finalizar a compra”, acrescenta João. 

As formas de pagamento são pelo aplicativo, por meio de PIX, cartão cadastrado ou pela carteira virtual do aplicativo. É possível também fazer o pagamento por uma maquininha pelo cartão de crédito, débito ou vale-alimentação. 

Sala de Descompressão

Tradicional loja de brinquedos de Joinville trouxe novas propostas para empresas. | Crédito: Yasmim Eble/O Município Joinville

A tradicional loja de brinquedos chamada Loja da Bia, que está há 16 anos em Joinville, trouxe para a Expogestão a sala de descompressão, um ambiente com jogos para empresas. 

“Começamos a loja com a proposta de brinquedos infantis, porém o universo é gigante e então começamos a trabalhar com essa vertente de brinquedos e jogos para o desenvolvimento humano”, explica a dona da loja, Simone Finder, de 50 anos. 

Confira o vídeo:

Na Expogestão, a loja está trazendo propostas de como utilizam jogos nas empresas. “Por que não podemos usar jogos em processos seletivos? Em dinâmicas de grupo ou de trabalho em equipe? As opções são infinitas”, acrescenta. Outras ideias são em integrações, treinamentos, desenvolvimento de habilidades e competências e em happy hour. 

A sala de descompressão está começando a ser utilizada em ambientes de negócios. “Os jogos recreativos ajudam na diminuição do estresse e da pressão. Fazendo o trabalhador se desconectar do ambiente de trabalho e voltar para a atividade com mais foco”, completa Simone.


Assista agora mesmo!

Descubra os 4 povos que já habitavam a região de Joinville há 10 mil anos:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo