+

Morre Zagallo, tetracampeão mundial de futebol, aos 92 anos

Ex-futebolista foi campeão do mundo quatro vezes em três posições diferentes

Morre Zagallo, tetracampeão mundial de futebol, aos 92 anos

Ex-futebolista foi campeão do mundo quatro vezes em três posições diferentes

Otávio Timm

Mário Jorge Lobo Zagallo, conhecido simplesmente como Zagallo ou Velho Lobo, morreu nesta sexta-feira, 5, aos 92 anos. A informação foi divulgada no perfil oficial de Zagallo no Instagram.

“Um pai devotado, avô amoroso, sogro carinhoso, amigo fiel, profissional vitorioso e um grande ser humano. Ídolo gigante. Um patriota que nos deixa um legado de grandes conquistas”, diz a nota.

Figura icônica do futebol brasileiro, Zagallo nasceu em 1931 e teve uma carreira multifacetada no esporte, tanto como jogador quanto como treinador. Ele ganhou notoriedade como membro das equipes campeãs da Copa do Mundo de 1958 e 1962, permaneceu como jogador e assistente técnico, respectivamente.

Zagallo também foi parte fundamental da conquista da Copa de 1970, como técnico da seleção brasileira, sendo a única pessoa a conquistar o torneio nas três posições (já que ganhou como coordenador técnico na Copa de 94). Foram, ao total, cinco finais em sete participações nas Copas do Mundo.

Devido às suas notáveis contribuições ao mundo do futebol, Zagallo foi agraciado com a Ordem de Mérito da FIFA em 1992, a mais prestigiosa distinção conferida pela entidade. Em 2013, também recebeu o reconhecimento ao ser eleito como o nono melhor treinador de todos os tempos pela revista Soccer Magazine. Para muitos, como Pelé sempre foi o maior jogador da amarelinha, Zagallo é a maior personalidade da história da Seleção Brasileira.

Zagallo e Pelé

Em uma entrevista para um documentário da Fifa, Pelé chegou a dizer que 50% de sua história na Seleção Brasileira, possui Zagallo como responsável. Ambos estiveram juntos e ergueram as taças dos Mundiais de 1958, na Suécia, e 1962, no Chile. Para se ter uma ideia, Zagallo chegou a jogar no terreno onde hoje está o Maracanã.

Estilo

Sua trajetória é marcada por seu estilo carismático e apaixonado pelo futebol. Suas contribuições não apenas como jogador e técnico, mas também como mentor e inspiração para futuras gerações de atletas, completaram-no uma figura lendária no cenário esportivo do Brasil.

Sua frase: “você vai ter que me engolir“, após ser criticado como técnico da seleção, é emblemática de sua experiência e confiança. Seu legado perdura como um dos maiores nomes do futebol mundial, representando a paixão, a dedicação e o sucesso que o esporte pode trazer.

Relembre o momento da frase histórica:

Treinador

Foi como treinador que Zagallo alcançou grande destaque. Ele comandou a seleção brasileira na conquista da Copa do Mundo de 1970, sendo a primeira a vencer a competição como jogador e treinador. Sua abordagem estratégica e sua capacidade de motivar jogadores foram fundamentais para o sucesso da equipe naquela ocasião.

Zagallo também teve uma carreira notável em clubes, treinando times como Flamengo e Botafogo no Brasil, e até mesmo em estrangeiros como a Fiorentina na Itália. Seu estilo de liderança e conhecimento profundo do jogo o tornaram uma referência no mundo do futebol. Ao longo de sua carreira, Zagallo acumulou títulos flutuantes, deixando uma marca inesquecível no esporte.


Assista agora mesmo!

Casarão Neitzel é preservado pela mesma família há mais de 100 anos na Estrada Quiriri, em Joinville:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo