+

MPSC inicia ação penal contra professor suspeito de estuprar quatro alunas em Itapoá

Vítimas tinham entre 10 e 12 anos na época do crime

MPSC inicia ação penal contra professor suspeito de estuprar quatro alunas em Itapoá

Vítimas tinham entre 10 e 12 anos na época do crime

Redação O Município Joinville

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) de início a ação penal contra um professor suspeito de ter estuprado quatro alunas menores de idade, em Itapoá. Após investigação da Polícia Civil, a denúncia contra o acusado foi apresentada e recebida pela Justiça na última semana.

A ação ajuizada pela Promotoria de Justiça de Itapoá relata que o réu, fazendo uso de sua autoridade enquanto professor, teria, por diversas vezes, praticado atos libidinosos contra as vítimas, que tinham entre 10 e 12 anos na época do crime. A primeira denúncia contra o homem ocorreu em 2019.

O acusado, de acordo com o promotor de Justiça Luan de Moraes Melo, teria adotado um comportamento incompatível com o que se espera da convivência natural entre professor e aluno. Suas atitudes envolviam as vítimas, com o objetivo de facilitar a prática de importunação sexual. De acordo com a Polícia Civil, os atos teriam ocorrido dentro do ambiente escolar.

Mesmo antes de oficializar a ação penal, o homem foi preso preventivamente no dia 11 de março, a pedido do Ministério Público. O processo ainda não foi julgado pelo Poder Judiciário.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Joinville. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo