Mulher de 103 anos é uma das primeiras idosas imunizadas de Joinville

Isolde Laura Scholz mora no Ancionato Bethesda com a filha. No local ainda trabalha a neta

Mulher de 103 anos é uma das primeiras idosas imunizadas de Joinville

Isolde Laura Scholz mora no Ancionato Bethesda com a filha. No local ainda trabalha a neta

Sabrina Quariniri

Nesta quinta-feira, 21, idosos que moram em instituições de longa permanência de Joinville começaram a ser vacinados contra a Covid-19. No Ancionato Bethesda, Isolde Laura Scholz, de 103 anos, foi uma das primeiras imunizadas.

Isolde e sua filha, Asta Gilgen, 84, moram no lar há dois anos. Nesta manhã, Asta explicou à mãe que ela receberia a vacina para ficar imune de uma “gripe bem forte”, que tem tirado a vida de muitas pessoas ao redor do mundo.

No momento em que Isolde foi chamada, a filha Asta fez questão de estar ao seu lado. “Eu perguntei pra ela se doeu a aplicação e ela respondeu: ‘já deu?’. Ela não sentiu nada”, contou, gargalhando.

Asta à esquerda e Isolde sendo vacinada/ Sabrina Quariniri/O Município Joinville

Isolde sempre foi dona de casa e criou três filhos, duas mulheres e um homem. Já Asta trabalhou como recepcionista no Hospital Bethesda até sua aposentadoria. Hoje em dia, dedica seus dias à mãe, que sofre de demência.

“Eu dou o pão e o café e fico no quarto com ela. Esses dias não queria usar a máscara, mas expliquei a importância do uso. Mas ela é muito tranquila e forte, eu tenho problema na coluna, já a saúde dela é zerada”, disse.

Rotina em família

A filha de Asta e neta de Isolde, Luciane Gilgen Jansen, 54, trabalha no financeiro do lar Bethesda, há 21 anos. Ela conta que ambas esperavam muito pela vacina, já que durante a pandemia as visitas ficaram restritas.

“Nós compramos um tablet pra elas, desta forma conseguem falar com o restante da família através de chamadas de vídeo”, explica.

Antes de se mudarem para o Bethesda, Asta e Isolde moravam com Luciane. Para ela, a família se sente mais segura em deixar as duas idosas juntas e sob a sua supervisão.

Sabrina Quariniri/O Município Joinville

Em agosto, Isolde completará 104 anos e a expectativa da família é que, até lá, todos possam estar vacinados e unidos, para comemorar mais um aniversário da matriarca.

“Eu quero que minha mãe também tome a vacina. Elas esperavam muito por isso. Elas querem voltar à rotina normal”, afirma.

Critérios para a vacinação de idosos

Conforme os critérios do Ministério da Saúde, antes de os idosos institucionalizados serem vacinados, eles não podem ter tido a Covid-19 nos últimos 30 dias e precisam receber o resultado negativado para  doença. Além disso, não podem apresentar temperatura corporal elevada.

De acordo com o secretário da Saúde, Jean Rodrigues da Silva, por se tratar de um público mais sensível, o cuidado precisa ser “diferenciado”.

Ele destaca que, como os lares de idosos de Joinville não apresentaram surtos de contaminação do coronavírus, os idosos não possuem imunidade à doença, por isso o cuidado extra.

“Eles precisam de um acompanhamento diferente do que destinamos aos profissionais da Saúde, por exemplo. Vamos vacinar e ficar alguns minutos a mais monitorando”, explica.

Mais de 800 idosos serão vacinados

Além de Isolde, o professor Paulo Roland Unger, de 89 anos, e Otto Eduardo Kuhr, de 99, foram os primeiros vacinados do Bethesda. A expectativa é de que 83 dos 100 moradores do lar sejam imunizados durante as próximas semanas.

Da esquerda para a direita, Isolde, Paulo e Otto

De acordo com o secretário da Saúde do município, foram destinadas especificamente aos idosos 882 doses da vacina Coronavac para os 34 lares de existentes na cidade.

“Também estão reservadas as doses para os profissionais dos locais, que somam, no total, quase 1.500 doses para suprir esta população e encerrar o processo”, afirma.

Ainda conforme o secretário, ficou definido pela secretaria de Estado da Saúde que a segunda remessa das vacinas seja enviada em até 15 dias.

“Essas 5.624 doses que já nos foram enviadas pretendemos fechar ela até semana que vem, antes mesmo de chegar a segunda remessa”, afirma.


Receba notícias no seu WhatsApp: basta clicar aqui para entrar no grupo do jornal

Clique aqui e inscreva-se no canal no YouTube do jornal O Município Joinville. Vem muita novidade por aí!

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo