+

Mulher é presa por homicídio decidido pelo “tribunal do crime” de Joinville

Corpo foi levado pela correnteza e encontrado por populares

Mulher é presa por homicídio decidido pelo “tribunal do crime” de Joinville

Corpo foi levado pela correnteza e encontrado por populares

Isabel Lima

Na tarde desta quarta-feira, 4, a Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios de Joinville, realizaram a prisão de mulher investigada por um homicídio em 2022, decidido pelo “tribunal do crime”. O corpo foi encontrado em dezembro, na Zona Sul de Joinville, após ser arrastado pela correnteza.

Tribunal do crime

A vítima era um homem de 41 anos. Segundo a investigação, a mulher acusou injustamente a vítima por uma ação condenável pela organização criminosa. Desta forma, o homem foi julgado pelo “tribunal do crime”.

Após o homem ser assassinado, o grupo escondeu o corpo próximo a um córrego. Entretanto, alguns dias depois, as fortes chuvas que atingiram Joinville levaram o corpo pela correnteza. O cadáver foi encontrado por moradores do bairro Petrópolis.

Conforme a Polícia Civil, o caso é similar à chacina do Morro do Meio. Na ocasião, sete homens foram assassinados, mesmo sendo inocentes. Ambas situações são marcadas pelo “tribunal do crime”.

Além da prisão da mulher presa nesta quarta-feira, um dos executores já havia sido preso por policiais civis no início de setembro. Outros envolvidos ainda não foram presos pela polícia.

Segundo a PC, os investigados responderão pelo crime de sequestro, cárcere privado, homicídio qualificado e ocultação de cadáver. A Delegacia de Homicídios também reforça o canal no qual as pessoas podem passar informações sobre homicídios e localização de foragidos. O envio é sigiloso, ou seja, o informante não será identificado. Whatsapp 47-3481-2456.


Assista agora mesmo!

Papo com quem entende: representante da Opa revela o mais novo sabor da cerveja:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo