+

Programa de contraturno escolar é lançado em Joinville; saiba como funciona

Programa Trilhas da Educação foi lançado pela secretaria de educação do município nesta terça-feira

Programa de contraturno escolar é lançado em Joinville; saiba como funciona

Programa Trilhas da Educação foi lançado pela secretaria de educação do município nesta terça-feira

Bernardo Gonçalves

Por meio da Secretaria de Educação, a Prefeitura de Joinville lançou nesta terça-feira, 2, o programa Trilhas da Educação, que oferecerá por meio de parcerias a opção de contraturno escolar para alunos da rede municipal de ensino. O lançamento aconteceu na faculdade Senac, primeira instituição parceira do projeto, e contou com a presença de 200 alunos de três escolas, do prefeito Adriano Silva (Novo), autoridades e servidores públicos.

De acordo com o secretário de Educação, Diego Calegari, o objetivo do projeto é ampliar a jornada escolar e oportunizar aos alunos uma forma de se desenvolver em todas as áreas: intelectual, física, emocional, social e cultural. Além disso, também tem o intuito de ajudar os estudantes a encontrar e desenvolver os talentos e vocações. “Temos que estimular os nossos jovens para eles saberem que podem fazer o que quiserem. Será o encontro dos talentos com a oportunidade”, diz.

Para conseguir colocar isso em prática, a secretaria planejou realizar parcerias com instituições de ensino. Desta forma, de início, três foram escolhidas. As primeiras foram a Faculdade Senac, o Centro Educacional Dom Bosco e o Instituto Priscila Zanette.

Ronaldo Ribeiro, Diretor do Senac em Joinville, durante lançamento do programa. Foto: Bernardo Gonçalves/O Município Joinville

Para Ronaldo Ribeiro, diretor do Senac em Joinville, estar no projeto é uma responsabilidade muito grande, mas que ele tem “a cara” da instituição. “É um dia histórico para nós. Entramos com aquilo que a gente sabe fazer de melhor para despertar a vocação dessas crianças”, comemora.

Responsável pelo transporte dos alunos da escola para a instituição e vice e versa, o Senac irá trabalhar com os estudantes oficinas de criatividade, gastronomia, gestão e empreendedorismo, saúde e tecnologia da informação. O horário de ensino será das 8h30 às 11h50 e das 13h30 às 16h50.

Prefeito Adriano Silva ao lado de representantes da faculdade Cesc e vereadores após o lançamento do programa. Foto: Bernardo Gonçalves/O Município Joinville

Expectativa

Ao todo, o programa Trilhas da Educação deve contemplar, inicialmente, 576 alunos do 6º ao 9º ano de sete escolas dos bairros Boa Vista, Espinheiros, Jardim Paraíso e Vila Nova.

Para Francisco Austregésilo, diretor da escola municipal Karin Barkemeyer, e Délcio Joel, diretor da escola Bernardo Tank, o programa vai impactar de forma positiva o futuro dos alunos. “Quando é oportunizado esse conhecimento ao adolescente que ainda não tem idade para trabalhar, ele chega muito mais preparado para o mercado de trabalho”, frisa Francisco. “Acredito que isso também irá refletir no desempenho deles na escola, no dia a dia de cada um”, corrobora Délcio.

Mais de 100 alunos já iniciaram as aulas de contraturno escolar já nesta terça-feira. Foto: Bernardo Gonçalves/O Município Joinville

Para a aluna Lais Ferreira, de 13 anos, o programa demonstra “portas se abrindo” para o futuro. “Quando apresentaram na escola, eu já falei ‘eu quero, eu vou’ e deu certo. Fiquei muito feliz e penso que vai ser uma experiência muito boa para a minha vida.”

Leia também:
– Coronel Armando descarta possibilidade de ser candidato a vice de Jorginho Mello
– Hospital São José, em Joinville, tem novo diretor-presidente
– PF realiza operação em Joinville contra fraudes bancárias
– MP-SC denuncia mãe e padrasto por tortura, estupro e homicídio de menina de 11 anos no Vale do Itajaí
– WEG compra negócio de empresa italiana por 23 milhões de euros 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo