+
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

Projeto de deputado de Joinville estabelece limites para reajuste de impostos estaduais em SC

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

Projeto de deputado de Joinville estabelece limites para reajuste de impostos estaduais em SC

Raul Sartori

Tribunas e taxas
É providencial projeto de lei protocolado pelo deputado estadual Matheus Cadorin (Novo), na Assembleia Legislativa, estabelecendo limites para o reajuste dos tributos estaduais em SC, tendo como teto a taxa de inflação anual. Faltou completar: tributos e taxas.

Comemoração
O programa Nova Indústria Brasil, retumbantemente anunciado por Lula anteontem, teve boa receptividade junto à direção da Federação das Indústrias de SC (Fiesc). “É um fator a ser comemorado”, afirmou seu presidente, Mario Cezar de Aguiar.

Parque temático
SC terá mais um parque temático a partir do segundo semestre. Pomerode está anunciando o Spitz Pomer, com 16 mil m2 de área, todo voltado para experiências no universo do cachorro Hundy. Está sendo montado no Centro Cultural da cidade, onde acontece a decantada Osterfest, maior evento de Páscoa da América Latina.

Queijo
Queijo e cerveja, que bela combinação! Blumenau já está começando a preparar tudo para a sétima edição do Prêmio Queijo Brasil, dias 9 e 10 de julho, no Parque Vila Germânica. A previsão é que 1,5 mil amostras sejam avaliadas por cerca de 100 especialistas de todo o Brasil. A feira gastronômica, paralela, terá mais de 50 expositores e no mínimo 70 marcas.

Desejo de conhecer
Levantamento do Ministério do Turismo aponta que um a cada três brasileiros planeja viajar a lazer durante alta temporada do verão, até março deste ano. O levantamento também avaliou os locais que os brasileiros mais têm vontade de conhecer em algum momento. Lideraram a lista Salvador (BA), Fernando de Noronha (PE), Rio de Janeiro (RJ), Lençóis Maranhenses (MA) e Florianópolis. Rio, Lençóis Maranhenses e Florianópolis ficaram empatados em terceiro lugar.

Vagas para mulheres
Acerca de suspensão dos concursos da PM e Bombeiros de SC por limitar as vagas para mulheres, o leitor Marlon Pohl, de Joinville, sugere que elas sejam proporcionais à inscrição em qualquer certame: se houver 70% de homens inscritos e 30% de mulheres, esta deveria ser a proporção da aprovação. Se fixar em 50% x 50% sempre pode-se chegar a um absurdo de ser obrigado a aprovar todos os candidatos de um gênero para poder cumprir com o percentual. A concorrência para as vagas seria diferente por gênero, o que já seria injusto.

Piada pronta
Este é mesmo o país da piada pronta. Exemplo: atendendo ação do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, a Justiça Federal determinou a retirada do ar do site atestadomedico24.com, que vende atestados médicos falsos pela internet. Por R$ 29.

Indulto
Tarcísio de Freitas, governador de São Paulo; Ronaldo Caiado, de Goiás; e Romeu Zema, de Minas Gerais, bolsonaristas radicais, estão juntos para acabar definitivamente com indulto natalino. Esqueceram de convidar o colega catarinense Jorginho Mello para a empreitada.

Salas cheias
Várias instituições de ensino superior com forte presença em SC, como as Universidades Estácio de Sá, Anhanguera e Uniasselvi, dentre outras oito, apresentaram indícios de desproporcionalidade na quantidade de alunos por professor em curso de ensino à distância, conforme avaliação preliminar do Ministério da Educação, divulgada pela “Folha de S. Paulo”. Apurou-se que a proporção delas é de 500 estudantes por professor, enquanto o restante da rede privada é de 170 por um. As instituições responderam que o que o MEC está realizado é apenas um pedido de informações, sem nenhuma consequência imediata para elas, que concordam com a necessidade de avaliações para aprimoramento da qualidade do ensino superior.

Vai recorrer
O novo procurador-geral da República, Paulo Gonet, vai recorrer da decisão liminar e monocrática do ministro “supremo” Dias Toffoli, que cancelou r uma multa de R$ 10,3 bilhões que a J&F (onde sua esposa atuou como advogada) aceitou pagar em acordo de leniência. Trata-se de uma das decisões mais obscenas do Judiciário em todos os tempos.

Segurança na rua
Se ainda não está próximo, não vai demorar muito para que o cidadão florianopolitano seja alvo de uma oferta inusitada, como as que já estão acontecendo em bairros da rica Zona Sul do Rio de Janeiro, onde duas empresas oferecem serviços de segurança nas ruas. Segurança que é de reponsabilidade do Estado.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo