+

Quatro pessoas são presas em nova fase da Operação Mensageiro em Santa Catarina

Investigação apura esquema de fraude em licitação, corrupção e lavagem de dinheiro

Quatro pessoas são presas em nova fase da Operação Mensageiro em Santa Catarina

Investigação apura esquema de fraude em licitação, corrupção e lavagem de dinheiro

Fred Romano | Revisão

Na manhã desta segunda-feira, 29, o Gaeco — Grupo de Combate às Organizações — e o Grupo Especial Anticorrupção (Geac) do Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) realizaram a quinta fase da Operação Mensageiro. A investigação apura um esquema de fraude em licitação, corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro nos setores de coleta e destinação de lixo, de abastecimento de água e de iluminação pública em diversas regiões de Santa Catarina.

Segundo o MP-SC, foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva e 19 de busca e apreensão. As ordens de prisão e de busca e apreensão, expedidas pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) após requerimento apresentado pela Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, estão relacionadas a infrações que teriam ocorrido em duas cidades catarinenses.

O MP-SC não informou quais são as cidades, apenas que uma fica no Vale do Itapocu e outra na região da foz do rio Itajaí. Entre os alvos estão agentes públicos, privados e órgãos públicos. A operação é desdobramento das fases anteriores da Operação Mensageiro.

Após mais um ano de análise das evidências coletadas, da realização de novas investigações e com o depoimento de diversas testemunhas e investigados, foi identificada a possibilidade da prática de novos crimes envolvendo, desta vez, a prestação de serviços de abastecimento de água e de iluminação pública em dois municípios catarinenses. Uma das ordens judiciais de prisão preventiva foi cumprida no estado de São Paulo.

A Polícia Rodoviária Federal presta apoio no cumprimento das buscas. A apuração ainda corre em sigilo, por determinação judicial, mas, assim que houver a publicidade dos autos, novas informações poderão ser divulgadas.

Veja fotos:

Foto: MP-SC/Divulgação
Foto: MP-SC/Divulgação
Foto: MP-SC/Divulgação
Foto: MP-SC/Divulgação
Foto: MP-SC/Divulgação
Foto: MP-SC/Divulgação
Foto: MP-SC/Divulgação

Leia também:
1. Celesc inicia transição para novo sistema nesta terça-feira; entenda mudanças
2. TSE define nova data para julgamento do processo que pede cassação do senador Jorge Seif
3. Morador de Joinville ganha carro 0km e R$ 100 mil na Trimania deste domingo
4. Homem é preso por diversos crimes sexuais em Joinville
5. Vara especializada de Joinville já liberou mais de R$ 100 milhões para vítimas de acidente de trabalho


Assista agora mesmo!

Região de Joinville já era habitada há 10 mil anos: conheça os quatro povos anteriores à colonização:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo