+
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

Conar suspende outdoor que promovia cursos eróticos em Joinville

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

Conar suspende outdoor que promovia cursos eróticos em Joinville

Raul Sartori

Cursos sensuais

O Conselho Nacional de Auto Regulamentação Publicitária (Conar) suspendeu anúncio exposto em outdoor em Joinville, da empresa Sussura Boutique Sensual, promovendo “cursos sensuais”. A “censura”, digamos assim, atendendo denúncia de consumidor, foi por haver, na sua visão, forte apelo erótico. Com certa razão. Precisava exibir uma banana com marcas de bom no reclame para comemorar a volta às aulas?

Moisés prefeito

Informação do portal SC em Pauta, que está bombando em Tubarão: o ex-governador Carlos Moisés estaria disposto a disputar uma possível eleição para a prefeitura de Tubarão, caso Joares Ponticelli, enroladíssimo na Operação Mensageiro, perca o mandato, e o Tribunal Regional Eleitoral indicar a necessidade de eleição.

Altivez

A propósito da indicação, pelo presidente Lula, de seu advogado Cristiano Martins para o Supremo Tribunal Federal: no passado, o Senado já rejeitou indicados para a corte, como Floriano Peixoto, o Marechal de Ferro. Uma desfeita que não foi suficiente para impedir uma homenagem a ele, talvez a maior: o antigo município de Nossa Senhora do Desterro, ou simplificadamente Desterro, passou a denominar-se Florianópolis pela lei estadual 111, de 1º de outubro de 1894.

Meio ambiente

A propósito da passagem, nesta segunda-feira, do Dia Mundial do Meio Ambiente: o Ministério Público de Santa Catarina tem hoje 116 promotores de Justiça atuando na área ambiental em cada uma das regiões do Estado. No momento há mais de 1,2 mil procedimentos extrajudiciais em trâmite envolvendo a proteção da flora e 344 termos de compromisso de ajustamento de conduta formalizados, em acompanhamento. Que bom. É que há uma imagem, em parte real, de que está havendo uma incontrolada destruição.

Distinção de gênero

A comunicação social e institucional do Poder Judiciário de SC fará, de agora em diante, o que se chama distinção de gênero, respeitando, quando possível, a flexão ao nomear profissões e outras designações. Na prática, oficializa o reconhecimento cultural da existência de desembargadores e desembargadoras, juízes e juízas, magistrados e magistradas, servidores e servidoras. Corretíssimo.

Às falas

Quando o deputado Zé Trovão (PL-SC) fazia brabo discurso durante votação do projeto de demarcação de terras indígenas, terça-feira da semana passada, seis deputadas do PT e do Psol esbravejaram a palavra “assassinos” nos microfones da Câmara. Arthur Lira, seu presidente, não perdeu tempo e dois dias depois liberou uma representação do PL pedindo abertura de processo de quebra de decoro das congressistas Célia Xakriabá, Érica Kokay, Fernanda Melchiona, Juliana Cardoso, Sâmia Bonfim e Talíria Petrone. Quem fala o que quer…

Convite

Que tal convidar a colunista Giovana Madalosso, da “Folha de S. Paulo”, para fazer um passeio na rodovia Antônio Heil, que liga Brusque a Itajaí, e escrever um artigo com suas impressões? Mas explicar antes a ela que o Heil do sobrenome do ex-prefeito e ex-deputado, falecido em 1971, nada tem a ver com nazismo.

Constrangimento

Naquela muvuca em que se transformou o Congresso Nacional na quarta-feira, houve tempo para sua Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovar projeto de lei que proíbe expor crianças a tratamento vexatório ou constrangedor em ônibus urbano, como fazê-las pular a catraca ou passar por baixo.


Assista agora mesmo!

Região de Joinville já era habitada há 10 mil anos: conheça os quatro povos anteriores à colonização:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo