Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Discussão sobre fiscalização de atiradores desportivos é reacendida após caso Roberto Jefferson

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Discussão sobre fiscalização de atiradores desportivos é reacendida após caso Roberto Jefferson

Raul Sartori

Respingos
O caso Roberto Jefferson (PTB) reabrirá a discussão pelo aperto na fiscalização das armas dos CAC’s (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador) no Congresso. E isso pode ter respingos em SC, pelo desconhecimento de muitos congressistas quanto à razão (que é cultural e centenária, trazida pelos imigrantes europeus) de existir, por aqui, tantos clubes de atiradores ou de tiro. Nessa discussão não raro tudo é colocado no mesmo saco.

Nosso “clima” 1
Da infância e juventude vivida em Lages, o conhecido advogado Gley Sagaz, 75 anos, lembra, nitidamente e com saudades, a propósito dessas loucas previsões meteorológicas destes dias, que na Serra o tempo se conecta a uma crendice, que tem dois momentos marcantes no ano: quase sempre, em 29 de setembro, ou dias antes e depois, acontece a “Enchente de São Miguel”, o santo que é festejado na data.

Nosso clima 2
Outro fenômeno natural sempre esperado é a “Geada de Todos os Santos”, outra data religiosa comemorativa, em 1º de novembro. Todas as previsões indicam que nos próximos dias os campos serranos ficarão brancos, podendo, até, ter um toque especial: neve.

Diz tudo
Ver, ao vivo e a cores, a apresentadora do Jornal Nacional, Renata Vasconcelos, chorar ao noticiar a morte da jornalista catarinense Susana Naspolini, sua colega na TV Globo, dispensa palavras. Homenagem tocante demais, embora silenciosa.

Lido, alhures
Sarney (o ex-presidente) é ensaboado. Não nasceu para ser oposição a ninguém. Muda junto com cada novo governo.

Assédio eleitoral
A mídia nacional repercute mensagem compartilhada na semana passada em grupos de WhatsApp por moradores de Mafra e Rio Negro, com uma lista de boicote a estabelecimentos e prestadores de serviço classificados como “esquerdistas”. Deprimente. O Ministério Público foi acionado uma vez que há denúncias de listas parecidas propondo boicote em Papanduva, Canoinhas e São Bento do Sul.

Parcialidade
Quase 5 mil profissionais de comunicação, entre repórteres, assessores de imprensa, professores de jornalismo e fotógrafos, alguns de SC, assinam uma petição online em “apoio à democracia, ao TSE e à chapa Lula-Alckmin”. Se fosse de apoio a Bolsonaro seria igualmente deplorável. Que isenção tem estes profissionais no seu trabalho de informar?

Escutava rock
Curiosa decisão do TJ-SC anteontem: uma escola religiosa de Florianópolis foi condenada a pagar R$ 15 mil por anos morais, por praticar bullying contra uma aluna por gostar de rock, vestir camisetas de bandas, ouvir música em fones de ouvido, maquiar-se e usar acessórios desse universo. Por isso passou a ser vítima de violência psicológica nas dependências do estabelecimento, por professores e colegas.

Proteção
Chama a atenção um acordo de cooperação técnica entre a PM de SC e o Tribunal Regional do Trabalho. No intercâmbio técnico, científico, cultural e administrativo previsto estão cursos de instrutor de armamento, munição e tiro; escolta e proteção de autoridades; básico de inteligência e autoproteção para magistrados.

Persistente
Persistente o senador Lasier Martins (Podemos-RS): mais uma vez, dentre tantas nos últimos meses, foi à tribuna pedir o impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, por “reiterados abusos expressos em crimes de responsabilidade”.

Primeiro projeto
A senadora Ivete da Silveira (MDB-SC) apresentou seu primeiro projeto: prevê que o rebaixamento da calçada na mesma largura da faixa de pedestres à frente dela seja obrigatório. Caso seja aprovada pelo Senado e Câmara dos Deputados, a nova norma será inserida na Lei de Acessibilidade e passará a vigorar dois anos após a sanção.

Homenagem
Está pronto para votação, que tende a ser tranquila, em plenário, na Assembleia Legislativo, projeto de lei do deputado Marcius Machado (PL), que institui o Dia Estadual Shurastey e Jesse para celebrar a amizade entre animais de estimação e seus tutores. A iniciativa homenageia a amizade entre o influenciador catarinense Jesse Koz e o cão Shurastey, cuja jornada foi interrompida em maio deste ano, após sofrerem um acidente de trânsito fatal nos Estados Unidos.

– Assista agora:
Novos cabelos, aréolas e sobrancelhas: projetos elevam autoestima de vítimas do câncer de mama em Joinville

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo