Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Secretaria de Educação de Santa Catarina e instituições privadas estão em pé de guerra

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Secretaria de Educação de Santa Catarina e instituições privadas estão em pé de guerra

Raul Sartori

Diferenças
Não se deve convidar para conversar na mesma mesa, pelo menos por enquanto, qualquer dirigente da Associação das Mantenedoras Particulares de Educação Superior de SC (Ampesc) e o secretário de Estado da Educação, Aristides Cimadon, ex-presidente do Sistema Acafe, para discutir o programa Universidade Gratuita, depois de uma entrevista dada a uma emissora de TV, terça-feira. Cimadon não acha o programa excludente. Mas é: deixa de fora 300 mil estudantes. E que não é restritivo, mas é: beneficia única e exclusivamente as universidades comunitárias, que cobrem só 46 dos 295 municípios de SC. Tem caroço nesse angu.

Reposicionamento
Esta expressão – reposicionamento – passou a ser pronunciada a todo instante na Secretaria de Turismo do Estado e na empresa estatal de turismo, Santur. Quer dizer: de agora em diante não só se vai impulsionar o que já está consolidado, que é a temporada de verão, mas também posicionar outros destinos catarinenses em outras estações do ano. Ótima estratégia.

Migração
O PSDB de SC, que já teve até um governador, Paulo Bauer, está à míngua. Um dos seus principais expoentes, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, anunciou que está se mudando para o PSD e vai assinar ficha dia 26. Até lá há a possibilidade de levar junto pelo menos 10 prefeitos, além de vereadores da cidade e região.

China
Vai e volta e os chineses namoram Santa Catarina. Uma de suas maiores montadoras, a Great Wall Motor, novamente manifesta interesse em aportar por aqui. Em 2017, a líder chinesa na fabricação de utilitários esportivos (SUV) queria instalar-se em Joinville.

Susto
Que susto acordar cedo, abrir o computador, acessar às notícias e logo de cara ser atraído para uma chamada assustadora: “Quatro crianças são esfaqueadas em ataque”. Foi em cidade dos Alpes franceses.

Reduflação
Uma pena não constar nos registros do Procon de SC reclamações de consumidores quanto a produtos que encolhem quanto ao conteúdo líquido, mas que não baixam os preços; pelo contrário, até sobem. O fenômeno se chama reduflação. Seria providencial uma campanha alertando para esta odiosa malandragem. O que dizer de algumas agroindústrias de SC que oferecem linguiça para churrasco em embalagem de 900 ou 950 gramas? Porque não em um quilo, como sempre foi? O que dizer do suco de uva em vasilhame de 1,35 litro, mas que o consumidor desatento pensa ter 1,5? Não é um truque? Boicote neles!

Ilha da fantasia 1
O ministro da Casa Civil da Presidência da República, Rui Costa, teve que vir a público, pedir desculpas e reconhecer que “não foi feliz” ao chamar Brasília de “ilha da fantasia”. Agora, para ele, a capital federal é formada de “gente corajosa e trabalhadora”.

Ilha da fantasia 2
O episódio lembra manifestação de um proeminente empresário de Blumenau que logo no começo do mandato do então governador e seu amigo, Vilson Kleinubing, em 1991, publicamente pediu que desse mais atenção ao resto do Estado do que à Ilha de SC, “do ócio e do vício”, como cunhava a capital-sede do poder Executivo estadual. Nunca pediu desculpas.

Justiça, essa?
Diariamente desfilam-se supostos desvios da Operação Lava Jato. A pergunta que não quer calar: porque ele não foram detectados nas primeiras três instâncias do Judiciário, formadas em sua maioria por juízes concursados, mas apenas no Supremo Tribunal Federal? Nessa instância suprema, como se sabe, seus juízes são indicados pelo presidente da República.

Refúgio
Traficantes estão buscando refúgio nas pequenas cidades de SC, constata o Ministério Público de SC, que anteontem realizou uma ampla operação na pacata Santo Amaro da Imperatriz, cumprindo oito mandados de prisão e 36 de busca e apreensão. Foram envolvidos mais 170 policiais militares.

Questionável
Humanista que é, este espaço tem a convicção de que não será favorável ao morador de rua – que será marginalizado mais ainda do que já o é – decisão judicial, que cria precedente em SC, que proibiu a Guarda Municipal de Balneário Camboriú de realizar abordagens sociais a tais pessoas e forçá-las ao deslocamento e permanência em clinica social ou irem para outra cidade.


Assista agora mesmo!

Região de Joinville já era habitada há 10 mil anos: conheça os quatro povos anteriores à colonização:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo