+

Saiba quais são as principais ações de Henrique Deckmann na Câmara de Joinville

“Fala, Vereador” recebe Henrique Deckmann, que destaca trabalha na promoção da saúde

Saiba quais são as principais ações de Henrique Deckmann na Câmara de Joinville

“Fala, Vereador” recebe Henrique Deckmann, que destaca trabalha na promoção da saúde

Vítor Filomeno

Diretamente do bairro Jardim Paraíso, Henrique Ludwigo Deckmann (MDB) recebeu 2.733 votos nas Eleições 2020 e foi eleito para seu primeiro mandato como vereador. Gaúcho de Ijuí, ele tem formação em Teologia, já foi prefeito da cidade de Maripá, no Paraná, e atuou como gerente de Saúde estadual e municipal de Joinville.

“Fala, vereador!” é uma série de reportagens de O Município Joinville com os atuais vereadores da Câmara. As matérias são publicadas semanalmente em omunicipiojoinville.com. A ordem de veiculação é aleatória, com base na agenda de entrevistas montada pelo setor de Comunicação da Câmara.

Morador do Jardim Paraíso, ele garante que não atua somente pelo bairro em que reside, mas sim por toda a cidade. Na sua campanha, seu lema era: “do Jardim Paraíso para toda Joinville”. Para ele, toda tarefa de um político começa em casa, mas passa de região para região.

“Estar à disposição”

Deckmann admite que o trabalho de vereador possui variações. Em alguns momentos, a intensidade não permite sequer se alimentar, mas há também a possibilidade de um dia mais tranquilo. “Eu sempre digo para quem critica para vir junto. Tem dias que pode estar mais leve, mas tem vezes que é de manhã até a noite. Normalmente, a nossa rotina é de manhã, de tarde e de noite. Não dá para controlar, porque às vezes as pessoas precisam e nós temos de estar à disposição”, comenta.

As visitas aos bairros são recorrentes. A frequência varia de uma região para outra, dependendo das solicitações de moradores e do planejamento do gabinete. “Às vezes, é uma questão de demanda da comunidade e, às vezes, vai-se para observar pessoalmente, ver a realidade do bairro”, explica.

Foco na Saúde

Com sua experiência como gerente regional, a sua maior preocupação é a saúde, mas sob um olhar específico. “É a saúde, mas não com uma perspectiva de atender somente uma demanda de doenças, mas sim de promoção e prevenção. Nós precisamos olhar a saúde como um patrimônio a ser cuidado e preservado”, argumenta Deckmann.

Ele relata que, em Joinville, 72% dos óbitos são causados por doenças crônicas, como hipertensão e obesidade, área detectada pela atenção primária. “Se eu fortalecer essa parte, consequentemente vai para o hospital aquele que tem uma questão biológica ou porque não houve trabalho de prevenção. Constitucionalmente, o Brasil tem de investir fortemente na atenção primária”, diz o vereador.

Projetos

Com alguns projetos sob discussão na Casa, o vereador Henrique Deckmann aponta a relevância de cada um deles. Uma de suas contribuições está relacionado ao lixo residual de obras pela cidade.

De acordo com ele, seu gabinete, depois de quase um ano de pesquisa, chegou à conclusão de que é possível utilizar alguns resíduos em novas oportunidades para a construção civil. O projeto para que uma porcentagem desse material de obras seja reciclado já foi protocolado.

“Eu quero crer que todo o estudo técnico feito dá a base para que ele possa acontecer. Agora, ele está na Comissão de Constituição e Justiça, e depois vai para as comissões de mérito”, comenta Henrique Deckmann.

Além dessa pauta sustentável, há um projeto de autoria dele que tramita na Câmara, que dispõe sobre a criação de Comissões de Conscientização, Prevenção e Enfrentamento a Violência e promoção dos direitos da criança e dos adolescentes nas Escolas Públicas e Privadas no município de Joinville.

Segundo o vereador, essa proposta se baseia no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e se concentra na informação. “Quanto mais informação os adolescentes e as famílias tiverem, mais condição elas terão de pedir por socorro a tempo”, exemplifica.

Um projeto de Deckmann foi sancionado pelo prefeito Adriano Silva (Novo) criando a Semana Municipal da Rede de Atenção à Saúde (RAS). A ideia da RAS é sistematizar o cuidado com a saúde como uma rede, incluindo todos os setores dessa área.

“A intenção para pedir essa Semana da RAS é para olhar os indicadores. Os dados de cada área serão levantados pelo município e, naquela semana, serão discutidos. Assim, temos de trabalhar a ideia da corresponsabilidade”, afirma o vereador.

Seu trabalho com a RAS acontece desde sua atuação na Gerência Regional de Saúde. A rede faz parte de um programa dentro do Sistema Único de Saúde (SUS), mas ainda não havia sido implantada.

Comissões e o futuro

Atuando nas Comissões de Legislação, de Cidadania e de Saúde, Henrique Deckmann garante que a intenção em abandonar o cargo de vice-presidente da Câmara, para o qual foi eleito, é para “deslanchar os projetos”.

“Os projetos têm de ser analisados, mas não podem ficar parados nos gabinetes. Então, eu avalio que temos feito um excelente trabalho, eu tenho uma boa equipe de gabinete. Nas comissões, nós estamos para não demorar”, comenta.

Sobre as Eleições 2024, ele afirma estar disponível, se isso for o desejo alheio. “Se Deus quiser e o povo eleger, a gente se coloca à disposição para mais uma vez trabalhar para o município de Joinville”, finaliza.


Assista agora mesmo!

BOLO DE BANANA SAUDÁVEL: PODE COMER SEM CULPA!:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo