+

Saiba quantas ocorrências bombeiros voluntários de Joinville atenderam em 2023 e quais as ruas com mais acidentes

Corporação prestou 205,1 mil horas de serviços gratuitos à comunidade em escalas operacionais durante o ano

Saiba quantas ocorrências bombeiros voluntários de Joinville atenderam em 2023 e quais as ruas com mais acidentes

Corporação prestou 205,1 mil horas de serviços gratuitos à comunidade em escalas operacionais durante o ano

Brenda Pereira | Revisão

Os Bombeiros Voluntários de Joinville (CBVJ) atenderam 9.665 ocorrências em 2023. O número é 4,53% menor que o registrado no ano anterior, quando a corporação recebeu 9.977 chamados.

Para auxiliar a comunidade, os bombeiros voluntários percorreram 365.902 quilômetros e somaram 205,1 mil horas de serviços gratuitos nas escalas operacionais, um número maior que o do mesmo período do ano passado – em 2022, foram registradas 189,9 mil horas.

Pelo segundo ano consecutivo, do tripé combate ao fogo, atendimento pré-hospitalar e extraordinários (resgate de animais, busca por pessoas e casos deliberados pela Defesa Civil), o primeiro apresentou variação expressiva quando comparado com o período anterior. Em 2023, os bombeiros fizeram o combate de 896 incêndios, 12,79% a mais que em 2022. Também semelhante ao período anterior, esse quesito apresenta outro agravante: 174 residências foram consumidas pelas chamas, oito a mais que durante o ano de 2022.

André Hellmann

O atendimento pré-hospitalar (APH) se mantém como o segmento que mais gera demanda dos serviços dos Bombeiros Voluntários de Joinville. Representou 69,77% de todas as saídas nos 12 meses de 2023, totalizando 6.744 chamados. Ao abrir os dados específicos dessa categoria, se constata que prevaleceram o socorro às vítimas de acidentes entre condutores de veículos e motociclistas (23,41%); queda de nível (inferior a dois metros de altura – 16,47%) e emergências médicas (11%).

A análise de dados dos atendimentos feitos pelos socorristas do CBVJ mostra que jovens entre 21 e 30 anos são os que mais se envolvem em acidentes no trânsito – 1.603 dos atendidos estão nesta faixa etária; depois; os entre 31 e 40 anos (1.130 casos) e, por fim, os entre 41 a 50 anos (845).

A categoria de eventos extraordinários foi a que mostrou a segunda maior demanda por bombeiros. Em 2023 foram atendidos 2.025 chamados, menos 4,48% quando comparado com 2022 – naquele período, foram registrados 2.120 pedidos de auxílio. O resgate e contenção de animais silvestres ainda é a categoria que mais recebeu pedidos por parte da comunidade (559).

Projeções para 2024

O plano de gestão prevê avanços no segmento cultural, como a continuidade do projeto de revitalização e ampliação do Museu Nacional dos Bombeiros Voluntários, além das comemorações dos 20 anos da Banda dos Bombeiros e 40 anos do Programa Bombeiro Mirim.

Mas é na área operacional onde se concentram as ações mais “agressivas”, assinala o diretor-executivo, Valmir Barbosa.

A Prefeitura de Joinville já fez a concessão de dois imóveis para a associação: o antigo terminal de ônibus urbano do bairro Nova Brasília, onde será instalado o novo Centro de Treinamento Comandante Henry Schmalz; e as instalações do Colégio Conselheiro Mafra, onde após reformas serão instalados o Centro de Atividades Técnicas (CAT) e a escola do Programa Bombeiro Mirim. “São projetos que vão qualificar ainda mais os bombeiros voluntários e impactar no atendimento à comunidade,” assinala Barbosa.

A ação mais ousada para 2024 será a participação dos Bombeiros Voluntários no projeto-piloto da Secretaria Municipal da Educação que prevê a oferta de atividades no contraturno da Escola Municipal Presidente Castelo Branco, no bairro Boa Vista.

Ali, o CBVJ vai implantar o projeto Brigadista Mirim, com exercícios semelhantes aos aplicados no Programa Bombeiro Mirim, além de outras atividades já definidas pela Secretaria de da Educação. “Os Bombeiros Voluntários serão responsáveis pela gestão e aplicação do programa de trabalho nesse projeto, uma experiência nova na comunidade. Estamos confiantes porque temos a expertise bombeiril centenária da corporação e mais 40 anos na formação de jovens nestes 40 anos do Bombeiro Mirim,” observa.

Números do balanço operacional

Tipos de ocorrências 2022 2023 Variação
Pré-hospitalar 7.064 6.744 -4,53%
Extraordinários 2.120 2.025 -4,48%
Incêndios         793 896 12,79%
TOTAL 9977 9665 -3,12%

Horas voluntárias

2023: 205.116:30
2022:
189.950:30
Variação: +8%

Quilômetros rodados

Em 2023: 365.902
Em 2022: 391.423

Ranking de ocorrências

Tipos de atendimento pré-hospitalar em 2023

1º Carro x moto: 1.579
2º Queda de nível: 1.111
3º Emergências médicas: 745

Tipos de eventos extraordinários em 2023

1º Captura animal: 559
2º Busca e salvamento: 255
3º Segurança: 160

Tipos de incêndios em 2023

1º Residências: 174
2º Lixo/entulho: 148
3º Vazamento gás combustível: 141

Vítimas de acidentes de trânsito, por faixa etária, em 2023

1º 21 a 30 anos: 1.603
2º 31 a 40 anos: 1.130
3º 41 a 50 anos: 845

Ranking das dez ruas com mais acidentes em 2023

O ranking permanece o mesmo de 2022 até a quinta posição. A partir daí ocorrem mudanças. A rua Santa Catarina ultrapassou a avenida Santos Dumont e tornou-se a sexta rua com mais acidentes. Em 2023 os bombeiros registraram 102 ocorrências na via. Em 2022, foram 70.

A rua Waldemiro José Borges saiu do ranking das dez vias com mais acidentes. A via ocupava a oitava posição. Em 2023, o lugar foi ocupado pela rua Guanabara, com 91 acidentes. Em 2022 a rua estava na décima posição, com 59 acidentes.

A rua Florianópolis entrou na lista em 2023. Foram 89 acidentes registrados.

Rua Monsenhor Gercino: 186
Rua Albano Schmidt: 172
Rua Dona Francisca: 169
Rua 15 de Novembro: 163
Rua Tuiuti: 122
Rua Santa Catarina: 102
Avenida Santos Dumont: 94
Rua Guanabara: 91
 Rua São Paulo: 91
10º Rua Florianópolis: 89


Assista agora mesmo!

Casarão Neitzel é preservado pela mesma família há mais de 100 anos na Estrada Quiriri, em Joinville:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo