+

Saiba quanto grupo Cipla Condor, de Joinville, investiu em aquisição de duas novas empresas

Investimento será em um período de dois anos

Saiba quanto grupo Cipla Condor, de Joinville, investiu em aquisição de duas novas empresas

Investimento será em um período de dois anos

Bernardo Gonçalves | Revisão

A Cipla Condor Indústria Plástica, empresa de Joinville e pertencente ao Grupo Zonta, anunciou nesta quinta-feira, 12, a aquisição das empresas IBT Plásticos e IBT Moldes. O investimento soma R$ 30 milhões em um período de dois anos.

Segundo a Cipla, as aquisições expandem sua atuação no mercado e fortalece sua presença nos segmentos que já atende e que a estratégia deve fazer a indústria joinvilense crescer 40% a mais em 2024 em relação ao ano anterior.

Além disso, com os 100 funcionários das empresas adquiridas, a empresa passa a ter uma equipe com 350 colaboradores.

Segundo o CEO da Cipla, Robson Fernandes, o objetivo da fusão das operações é maximizar os lucros e aumentar o poder de produção da empresa, transformando toda a operação dentro da indústria.

“Adquirimos a Cipla há menos de um ano e, desde então, ela tem comprovado todo o potencial que fez o Grupo Zonta diversificar seus negócios”, afirma.

O grupo fará a transferência gradual de maquinários para a Cipla, na busca de consolidar toda a produção em um único local.

Com a aquisição da IBT Moldes, também será ampliada a estrutura da Cipla para o desenvolvimento de novos produtos e serviços para seus clientes.

Não será descontinuado nenhum produto das empresas adquiridas, pois eles farão parte de nova carteira de clientes. “Esta abordagem reforça nossa determinação em manter e fortalecer os relacionamentos estabelecidos por essas empresas”, completa o CEO.

História

A Cipla estava em recuperação judicial desde 2019 e foi adquirida pelo Grupo Zonta, que detém as operações da Rede Condor de supermercados, por meio de um leilão em maio de 2023.

Com 60 anos de história, a empresa possui uma linha de 900 produtos plásticos para os segmentos hospitalar, automotivo e construção civil. Em 2024, deve começar a operar uma nova linha para produção de sacolas plásticas.

Leia também:
1. Joinville confirma a primeira morte por dengue de 2024
2. “Para respeitar sua voz”: conheça movimento de batalha de rimas que reúne jovens em Joinville 
3. Joinville registra mais de 30 ocorrências relacionadas ao temporal
4. Bailão, pagode e concerto à luz de velas: veja o que fazer em Joinville neste fim de semana
5. Joinville é a segunda cidade catarinense mais buscada por turistas latino-americanos


Assista agora mesmo!

Casarão Neitzel é preservado pela mesma família há mais de 100 anos na Estrada Quiriri, em Joinville:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo