Três pessoas são presas por suspeita de venda ilegal de medicamentos e anabolizantes em Araquari

Esquema foi descoberto durante as operações contra a venda de álcool em gel falsificado

Três pessoas são presas por suspeita de venda ilegal de medicamentos e anabolizantes em Araquari

Esquema foi descoberto durante as operações contra a venda de álcool em gel falsificado

Redação

Três pessoas foram presas durante a Operação Tarja Preta, deflagrada nesta quinta-feira, 30, em Araquari, suspeitas de um esquema de venda de receitas médicas falsas para medicamentos e anabolizantes. Além dias prisões, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão. Outros três suspeitos estão foragidos.

Os envolvidos negociavam receitas usando indevidamente o nome de médicos e adquiriam e/ou vendiam, além da receita, medicamento controlados e os anabolizantes. Embora não formassem uma associação ou organização criminosa, o esquema contava com a participação de proprietários de farmácia e academias, personal trainer, nutricionista e uma gráfica.

A investigação teve início há cerca de três meses, após a prisão do responsável pela fabricação de álcool em gel falso, quando o esquema foi descoberto. Os responsáveis usavam o nome de médicos de forma indevida, negociavam, adquiriam ou vendiam, além das receitas, medicamento controlados e os anabolizantes.

Segundo a Polícia Civil, embora não formem uma associação ou organização criminosa, o esquema contava com a participação de proprietários de farmácia e academias, personal trainer, nutricionista e uma gráfica.

Dos seis mandados de prisão expedidos, três foram cumpridos, enquanto outras três pessoas continuam foragidas. Durante as buscas, foram encontrados, anabolizantes, material para sua aplicação, drogas como maconha, ecstasy e MD, uma receita com um carimbo médico, mas sem prescrição e uma arma de fogo com numeração raspada.

Os envolvidos atuavam na região de Araquari e Joinville, de acordo com a Polícia Civil. O material apreendido foi encaminhado para a Delegacia de Araquari e os presos foram encaminhados para a Unidade Prisional Avançada de São Francisco do Sul (UPA). As investigações continuarão e o material coletado passará por análise.

Participarão das diligências dessa quinta-feira, 30, policiais civis da Delegacia de Polícia de Araquari e Balneário Barra do Sul, com apoio Divisão de Investigação Criminal de Joinville (DIC) e Delegacia de Proteção a Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI).


Ainda não está no grupo de notícias do jornal no WhatsApp? Clique aqui e entre agora mesmo.

Você já nos segue no Instagram? Clique aqui para acompanhe as notícias também por lá e participar de sorteios.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo