+

Vereadores analisam contas rejeitadas do último ano de Carlito Merss como prefeito de Joinville

Contas foram rejeitadas pelo TCE

Vereadores analisam contas rejeitadas do último ano de Carlito Merss como prefeito de Joinville

Contas foram rejeitadas pelo TCE

Redação O Município Joinville

Os vereadores da Comissão de Finanças da Câmara analisaram nesta quarta-feira, 10, as contas de Joinville do ano de 2012, o último sob a administração do ex-prefeito Carlito Merss (PT).

As contas foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que apontou oito desconformidades com a legislação.

O relatório chegou à Câmara de Vereadores de Joinville (CVJ) em 2019, depois que uma reapreciação foi feita pelo TCE. Contas posteriores, como a de 2018, já foram aprovadas pela Câmara.

Entre as desconformidades indicadas pelo Tribunal está a realização de R$ 154,4 milhões em despesas, sem dinheiro para pagamento, nem previsão de caixa para o próximo prefeito pagar. Esse ato feriu o artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Também pesou na decisão do TCE um déficit de execução orçamentária de R$ 78,2 milhões, equivalentes a 7,14% da receita. Além de erros, como a liquidação de um pagamento de R$ 2,55 milhões sem o valor empenhado.

Os vereadores vão avaliar o relatório da comissão para decidir pela aprovação ou rejeição das contas de 2021. Wilian Tonezi (Patriotas) foi designado como relator da matéria.

hr />

Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Joinville. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo