+

VÍDEO – Jogador do Nação, de Joinville, denuncia que torcedor o chamou de “macaco”

Caso ocorreu na noite deste domingo em partida contra o Juventus

VÍDEO – Jogador do Nação, de Joinville, denuncia que torcedor o chamou de “macaco”

Caso ocorreu na noite deste domingo em partida contra o Juventus

Isabel Lima

Na partida entre Juventus e Nação, válida pela segunda rodada da série B do Catarinense, um jogador do time de Joinville relata ter sofrido injúria racial por parte de um torcedor do time adversário. O jogo ocorreu na noite desta quinta-feira, 8, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul.

Conforme explica em vídeo, o atleta Fernando afirma ter ouvido um torcedor do Juventus o chamar de “macaco”. O caso ocorreu nos quinze primeiros minutos de jogo, paralisado para que o autor da fala fosse retirado da arquibancada pela Polícia Militar.

Ao fim do jogo, Fernando realizou um boletim de ocorrência ainda no estádio. No vídeo, ele explica que tem filhos negros e que não pode aceitar uma situação como essas. “Não é mimimi, nós só queremos direitos iguais para todos”, diz Fernando.

Ao fim da partida, o Nação havia marcado três gols e o Juventus dois.

Continua após o anúncio

Ele ainda relatou que foi vaiado pela outra torcida sempre que estava com a bola, mas que continuará denunciando sempre que for vítima de um caso de racismo. O Nação Espotes Futebol Clube e o Grêmio Esportivo Juventus publicaram notas de repúdio contra o caso.

Veja ao vídeo de Fernando:

Confira a nota no Nação na íntegra:

“O Nação Esportes Futebol Clube, através deste comunicado, infelizmente, vem a público relatar mais um triste caso de racismo no futebol brasileiro.

Durante a partida envolvendo Juventus e Nação, em Jaraguá do Sul, pela segunda rodada do Catarinense Série B, o atleta Fernando foi chamado de macaco por um indivíduo que estava presente na torcida do clube mandante. Aos 15 minutos do segundo tempo, o jogo foi paralisado para que o mesmo fosse identificado e retirado da arquibancada pela Polícia Militar de Santa Catarina. Após o jogo, nosso atleta registrou um boletim de ocorrência ainda dentro do Estádio João Marcatto.

O Nação Esportes FC, clube formador de atletas e com uma filosofia religiosa que nos guia, repudia todo e qualquer ato de racismo e espera que esse tipo de crime seja combatido e erradicado do futebol brasileiro.

“Nessa nova vida já não há diferença entre grego e judeu, circunciso e incircunciso, bárbaro e cita, escravo e livre, mas Cristo é tudo e está em todos.Colossenses 3:11”

Confira a nota no Juventus na íntegra:

“O Grêmio Esportivo Juventus é totalmente contra qualquer ato racista e qualquer ato de discriminação. O clube vai contribuir com as investigações, pois entendemos que se um crime ocorreu, o culpado deve ser punido.

Salientamos que conforme relatado na súmula da partida de ontem “nenhum integrante da equipe de arbitragem viu ou ouviu tal fato e que tudo foi baseado através do relato do atleta”, no entanto, o boletim de ocorrência não foi dado prosseguimento por solicitação do esportista. O Juventus fica no aguardo das manifestações oficiais dos órgãos competentes.”


Assista agora mesmo!

Região de Joinville já era habitada há 10 mil anos: conheça os quatro povos anteriores à colonização:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo