+

VÍDEO – Voluntários de Jaraguá do Sul e Joinville resgatam mulher a pé em maca por 10 quilômetros no Rio Grande do Sul

Gerar atuou em missão de resgate no fim de semana

VÍDEO – Voluntários de Jaraguá do Sul e Joinville resgatam mulher a pé em maca por 10 quilômetros no Rio Grande do Sul

Gerar atuou em missão de resgate no fim de semana

Fred Romano | Revisão

O Grupo Especialista em Resgate de Alto Risco (Gerar) participou de uma missão de resgate em Candelária (RS) entre sexta-feira, 3, e domingo, 5. O Gerar é de Jaraguá do Sul, mas também tem voluntários de Joinville.

Em Candelária, um dos resgates com maior dificuldade foi o de uma mulher que tem deficiência física e dificuldade de locomoção. Ela e o esposo estavam em um local isolado, por isso, foi necessário fazer o transporte da mulher, a pé, em uma maca, por aproximadamente 10 quilômetros. Eles foram levados para a casa de um familiar, onde o acesso para distribuição de alimentos e medicação é possível, neste momento.

Assista ao vídeo:

Nova missão de resgate

O coordenador da Defesa Civil de Joinville, Jairo Machado, iniciou, ainda nesta segunda-feira, 6, a viagem de retorno ao Rio Grande do Sul, para uma nova missão de apoio no resgate das vítimas das chuvas.

Além do coordenador da Defesa Civil de Joinville, o grupo deslocado ao Rio Grande do Sul nesta segunda-feira é composto por outras cinco pessoas que também integram o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville. O grupo vai se apresentar ao comando dos Bombeiros Militares, em Porto Alegre e de lá serão direcionados para o atendimento das ocorrências.

O principal objetivo, neste momento, é fazer resgates aquáticos. Por esse motivo, além do veículo de apoio, os Bombeiros Voluntários de Joinville estão disponibilizando uma embarcação e equipamentos utilizados nesse trabalho. O coordenador da Defesa Civil, que também atua como bombeiro voluntário, é especialista em resgate aquático, quando é necessário mergulho, e coordenador do Grupo de Resgate Avançado.

A estimativa é que a equipe joinvilense chegue ao estado gaúcho na manhã de terça-feira, 7, e fique no Rio Grande do Sul até o próximo sábado, 11. Eles serão hospedados em espaços públicos como escolas, que servem de abrigo para as equipes de resgate.

Tragédia no RS

A tragédia no Rio Grande do Sul já deixou 85 mortos, segundo boletim da Defesa Civil divulgado no fim da tarde desta segunda-feira, 6. Mais quatro mortes estão sob investigação para determinação da causa, ou seja, se foram causadas pelas enchentes que atingem o estado.

As autoridades contabilizam 339 feridos, 134 desaparecidos e mais de 201 mil pessoas estão fora de casa, sendo 153.824 desalojados e 47.676 em abrigos públicos.

As chuvas, que provocaram inundações na maior parte do estado, já afetaram 1.178.226 gaúchos de alguma forma. O número de municípios subiu para 385.

O governo federal decidiu antecipar a liberação de R$ 580 milhões em emendas parlamentares individuais para cidades do Rio Grande do Sul. Do total, R$ 538 milhões devem ser destinados a ações na saúde pública.

Aeroporto inundado

O Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, permanecerá fechado por tempo indeterminado, com todas as operações suspensas. A água chegou às escadas rolantes no interior do prédio.

Sites do governo e serviços fora do ar

O governo do Rio Grande do Sul informou nesta segunda-feira, 6, que irá desligar o sistema de processamento de dados estaduais.

Com informações de Agência Brasil.

Leia também:
1. Homem rouba arma e dispara contra vigilante dentro de creche em Itajaí
2. BR-101 tem bloqueio total nesta terça e quarta-feira em Joinville; confira trechos e horários
3. Resultado da avaliação de títulos do concurso público para a Educação de Joinville é divulgado; veja como consultar
4. VÍDEO – Câmera flagra momento em que carreta tomba e atinge igreja em Joinville
5. Prazo para moradores de Joinville incluírem endereço em lista para sacar FGTS encerra nesta segunda-feira


Assista agora mesmo!

“Lugar muito bom”: como paixão fez argentina conhecer Joinville e construir uma vida na cidade:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo