Ajorpeme se posiciona contra a subvenção às empresas do transporte coletivo de Joinville

Projeto propõe o repasse de R$ 7,5 milhões para as empresas de transporte

Ajorpeme se posiciona contra a subvenção às empresas do transporte coletivo de Joinville

Projeto propõe o repasse de R$ 7,5 milhões para as empresas de transporte

Redação

A Associação de Pequenas, Micro e Médias Empresas de Joinville e Região (Ajorpeme) se posicionou contra a proposta de subvenção às empresas do transporte coletivo nesta sexta-feira, 31 e ainda pediu explicações à Prefeitura de Joinville. A sugestão é repasse de R$ 7,5 milhões, divididos em seis parcelas de R$ 1.250 milhão, sendo as duas primeiras no dia 10 de agosto.

Em nota, a entidade diz que reconhece a importância dos serviços prestados pelas empresas de transporte e as dificuldades do momento, mas que não concorda com o repasse de dinheiro do caixa da Prefeitura para cobrir eventuais prejuízos.

A associação pede atenção dos gestores a outros setores, como educação infantil, turismo e eventos, por exemplo, que estão impossibilitados de exercer suas atividades desde o primeiro decreto estadual, publicado em março. “São inúmeros negócios que paralisaram as atividades, encerraram contratos com funcionários e não receberam nenhum auxílio do governo”, cita a Ajormepe.

A justificativa da Prefeitura é de que o pagamento seria para amenizar os prejuízos sofridos durante o período de suspensão do transporte. “Em nome de todas as micro e pequenas empresas do município, questionamos: quem ajudará as MPEs que geram emprego e renda? Enquanto a Prefeitura apoia as grandes empresas, quem vai amparar os pequenos negócios, responsáveis pela maioria dos empregos?”. Além disso, a entidade pede um apoio maior do poder público.


Ainda não está no grupo de notícias do jornal no WhatsApp? Clique aqui e entre agora mesmo.

Você já nos segue no Instagram? Clique aqui para acompanhe as notícias também por lá e participar de sorteios.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo