Casal de Joinville tem quase 100 mil inscritos em canal sobre vida rural

Itamar e Nicole Borchardt moram no Rio Bonito e criam conteúdo há quase cinco anos

Casal de Joinville tem quase 100 mil inscritos em canal sobre vida rural

Itamar e Nicole Borchardt moram no Rio Bonito e criam conteúdo há quase cinco anos

Lucas Koehler

Com objetivo de mostrar a vida em um sítio localizado no Rio Bonito, em Joinville, o casal Itamar e Nicole Borchardt criaram o canal “Coração Campeiro”. Os vídeos sobre pato, galinha, pássaros e até marreco renderam, até o momento 17,3 mil seguidores no Instagram e quase 100 mil inscritos no YouTube.

Tudo começou quando o marceneiro Itamar, que nasceu e cresceu em um sítio no interior de Jaraguá do Sul, se casou com Nicole. Em 2015, eles foram morar em um apartamento em Joinville. A saudades de por o pé na terra, porém, o fez começar a assistir vídeos no YouTube sobre a vida rural.

Com as idas frequentes à casa dos pais de Itamar, o casal foi cada vez mais se inserindo à vida rural. Primeiro, trocaram o apartamento por um área mais interiorana no bairro Vila Nova; depois, decidiram, de fato, se mudar para o Rio Bonito, onde moram há um ano.

O Coração Campeiro surgiu como uma forma de compartilhar situações apenas com pessoas mais próximas. “O Itamar já tinha alguns vídeos de trabalho com cavalos, resolvi criar um canal para que ele pudesse enviar para os amigos que já estava fazendo nesse meio”, conta a jornalista Nicole.

De acordo com ela, ambos não tinham a intenção de serem youtubers, muito menos imaginavam que poderiam ter uma renda extra nisso. “Não divulgávamos o canal por timidez, mas as pessoas na internet foram encontrando, se inscrevendo e ele foi crescendo”, relembra.

Itamar e Nicole Borchardt criaram canal no YouTube sobre a vida no sítio | Foto: Reprodução/Redes sociais

A criadora destaca que atualmente os vídeos possuem dois tipos de públicos: moradores de zonas urbanas e rurais. “Há os que moram no interior e também possuem criação, mas têm aqueles que estão na cidade e utilizam o nosso canal como um ‘escape’ ou uma inspiração”, explica.

Assim como quem assiste, o conteúdo publicado também é diverso. Há vídeos que mostram os detalhes das galinhas, construções de madeira, viveiros, paisagem rural, simplicidade do ambiente, entre outros.

Seguidores, amigos e até fã-clube

Para Nicole, a sensação de ter o atual número de seguidores e inscritos é “surreal”. Ela explica que a simplicidade no conteúdo pode ser a explicação pelos números. “Hoje nós temos até fã-clube formado por crianças que assistem o nosso canal”, ressalta.

Casal cuida de diversos animais | Foto: Reprodução/Redes sociais

A jornalista explica que o casal já fez amigos através do nosso canal. “Recebemos muito amor e palavras de carinho diariamente de pessoas que nem conhecemos”, salienta.

Nicole afirma que outro ponto que contribui são as personalidade dela e do companheiro. “Eu tenho um jeito mais elétrico e despojado. O Itamar é mais calmo e centrado. Nosso público se interessa por ambas as partes”, diz.

Ela ainda conta que o conteúdo tenta mostrar que nenhuma vida é perfeita, seja na cidade urbana ou em um sítio. “Na mesma intensidade que dá trabalho e cansa, traz muita alegria e satisfação. É tudo terapêutico”, brinca.

Planos e metas

Cada vez mais sendo levado para um lado profissional, o canal de Nicole e Itamar contém três vídeos por semana. Antes de ir ao ar, o material é gravado, editado e recebe análises de alcance.

“Tudo gera bastante trabalho. Ainda temos as outras redes sociais do projeto que precisam ter conteúdo diariamente”, destaca.

Casa onde Nicole e Itamar moram na região Rio Bonito, em Joinville | Foto: Reprodução/Redes sociais

O casal quer alcançar 100 mil inscritos no YouTube até junho deste ano, que é quando o canal completa cinco anos. A jornalista explica que também existem metas financeiras. “Queremos fechar mais parcerias, porque a ração está cara”, brinca.

Outro objetivo é vender ovos férteis das aves pela internet. “O nosso público é muito nacional, temos espécies que não são encontradas em algumas cidades e estados”, finaliza.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Joinville. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo