+

Filho suspeito de matar os pais no Norte Catarinense é preso preventivamente

Corpos das vítimas foram encontrados em sacos de lixo nos fundos da casa onde moravam

Filho suspeito de matar os pais no Norte Catarinense é preso preventivamente

Corpos das vítimas foram encontrados em sacos de lixo nos fundos da casa onde moravam

Bernardo Gonçalves

Principal suspeito de matar os pais, Ivo Romano Lerner, de 63 anos, e Rita Zanella, de 68 anos, o filho do casal foi preso preventivamente na manhã desta sexta-feira, 27, pela Polícia Civil. Os corpos das vítimas foram encontrados mortos nos fundos da residência onde moravam em sacos de lixo nesta quinta-feira, 26, em Porto União, no Norte Catarinense.

O casal estava desaparecido desde a manhã de segunda-feira, 23, e nesta quinta-feira, 26, familiares realizavam buscas e localizaram os corpos em uma área da propriedade rural que pertencia ao idoso, a cerca de 400 metros da casa onde moravam.

A propriedade é situada na zona rural, na divisa entre os municípios de Porto União e Matos Costa.

Os familiares relataram à Polícia que realizavam buscas quando perceberam a terra mais fofa em uma área que estava sendo preparada para plantio. Relataram que o fato do filho do idoso estar arando a área causou estranheza, já que não seria normal para a época.

Segundo a Polícia Civil, os corpos estavam enrolados em lonas plásticas e que o filho suspeito mora na mesma propriedade, a uma distância de cerca de 150 metros.

Dessa forma, a equipe da Divisão de Investigação Criminal de Porto União se deslocou ao local. Os familiares das vítimas entregaram uma espingarda calibre 36GA registrada em nome do homem suspeito e uma espingarda de pressão, que também seria dele.

Versão do suspeito

O suspeito foi ouvido pela polícia ainda na tarde desta quinta-feira e negou a autoria do crime.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, ele afirmou que passou a noite de domingo com uma ex-namorada. Porém, a polícia afirma que a ex-namorada foi ouvida e negou a informação. A mulher teria afirmado que não via o suspeito desde a semana anterior.

Além disso, a polícia verificou que suspeito tinha uma passagem comprada com destino a São Paulo (SP) para a noite desta mesma quinta-feira.

Os familiares também relataram à polícia que desconfiavam que o filho do idoso seria o autor dos homicídios, já que ele tinha algumas desavenças com o pai.

Arma de fogo

A Polícia Civil informou que, embora o laudo pericial ainda não tenha sido entregue, informações preliminares dão conta de que o casal foi morto a tiros de arma de fogo de cano longo.

Diante dos indícios, foi representado pela decretação da prisão preventiva do suspeito, o que, após manifestação favorável do Ministério Público, foi deferido pelo Poder Judiciário.

Agora, a Polícia Civil aguarda o laudo pericial a fim de saber se a arma usada foi a mesma registrada em nome do suspeito. A investigação continua para total elucidação dos fatos e responsabilização dos envolvidos.

Leia também:
1. Confira detalhes do julgamento do STF para condenar joinvilense pelos atos de 8 de janeiro
2. Fernando Bahiense, professor da Univille, morre aos 67 anos
3. VÍDEO – Sérgio Moro recebe título de cidadão honorário de Joinville
4. Mutirão de emissão de certidões e carteira de identidade acontece em Joinville nesta sexta-feira
5. Delegacia de Homicídios investiga desaparecimento de jovem em Joinville


Assista agora mesmo!

Batalhão da comédia: Palhaço Birita e Sargento Junkes contam piadas no Bar da Zenaide:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo