+

Homem é condenado por matar o pai com chave de fenda em Garuva

Crime aconteceu em março deste ano

Homem é condenado por matar o pai com chave de fenda em Garuva

Crime aconteceu em março deste ano

Fred Romano | Revisão

Em Garuva, o Tribunal do Júri condenou Eduardo Brandalise, de 26 anos, pela morte do pai, Fabio Brandalise, de 50 anos. O filho, denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC), foi sentenciado a 16 anos de reclusão em regime fechado por homicídio duplamente qualificado — motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima — e a um ano e dois meses de detenção pelo crime conexo de lesão corporal grave.

A denúncia do Promotor de Justiça da Comarca de Garuva relata que o crime aconteceu no dia 8 de março de 2023, próximo das 10h, na Estrada Palmeiras, na localidade de Três Barras, em Garuva. Eduardo matou o pai, que estava em um caminhão Mercedes-Benz/L 1113, com vários golpes de chave de fenda contra seu pai.

O crime, segundo apurado no inquérito policial, foi motivado por desentendimentos entre pai e filho em relação ao caminhão conduzido pelo pai e por um serviço de entrega que o acusado iria fazer com a vítima, que foi realizado por outra pessoa chamada pelo pai.

A instrução processual relata, ainda, que, após o homicídio e no mesmo local do crime, o acusado agrediu uma segunda pessoa com um soco no rosto, causando-lhe lesões corporais graves.

O Promotor de Justiça Marcelo José Zattar Cota, que atuou na sessão do Tribunal do Júri, sustentou diante do Conselho de Sentença que “o crime foi cometido por motivo fútil devido a desentendimentos anteriores entre os dois, bem como recurso que dificultou a defesa da vítima, pois a mesma foi surpreendida quando o réu abriu a porta do caminhão e desferiu os golpes de chave de fenda na região do tórax”.

Na decisão, foi mantida a prisão preventiva de Eduardo. Cabe recurso da sentença, mas o condenado não terá o direito de recorrer em liberdade, pois permaneceu preso durante toda a instrução processual.

Relembre o crime

O autor do crime tinha passagens pela polícia por violência doméstica. Segundo a Polícia Civil, Fabio teria sido surpreendido pelo filho, que o perseguiu com um veículo. Eduardo teria colidido com o caminhão do pai após ter bloqueado a passagem.

Fábio ainda conseguiu caminhar cerca de 100 metros, mas mesmo com atendimento médico não resistiu aos ferimentos. Posteriormente, o filho foi até a casa da mãe, onde contou aos familiares que havia tentado matar seu pai.

A Polícia Militar de Garuva foi acionada e realizou a prisão em flagrante do jovem. Segundo a PM, na Delegacia de Polícia de Garuva, o jovem foi preso e confessou o crime, que teria sido motivado após ser bloqueado pelo pai no WhatsApp e por não ter suas ligações atendidas.

Os policiais alegaram que todas as testemunhas foram ouvidas e que relataram que o autor do crime é violento, com diversas passagens anteriores pelos crimes de lesão corporal e ameaça contra sua mãe, avó e ex-esposa. Os familiares viviam com medo do autor, que ameaçava diariamente que mataria todos quando estivessem dormindo.

Leia também:
1. Alerta em Joinville: Defesa Civil monitora risco de temporais nesta quinta-feira
2. Quatro homens procurados pela Justiça de Joinville são presos em intervalo de 12 horas
3. Censo 2022: entenda fatores da mudança populacional em Joinville
4. PM aborda mais de 100 pessoas e 50 veículos durante operação na Zona Sul de Joinville
5. Joinville: confira previsão do tempo para esta quinta-feira


Assista agora mesmo!

Sargento Junkes leva o pai e o irmão para o bar da Zenaide para contar histórias de família:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo