+

Joinville lança programa para repasse de recursos às escolas e CEIs

Objetivo é ampliar a autonomia das unidades de ensino

Joinville lança programa para repasse de recursos às escolas e CEIs

Objetivo é ampliar a autonomia das unidades de ensino

Redação O Município Joinville

Nesta quarta-feira, 17, a Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Educação, lança o Programa Dinheiro na Escola (PDE), criado para facilitar o repasse de recursos para as unidades escolares da Rede Municipal de Ensino. O objetivo é ampliar a autonomia das Escolas e Centros de Educação Infantil (CEIs) em relação à gestão financeira e promover mais eficiência, melhorando também os resultados educacionais.

A Secretaria de Educação fará o repasse de cerca de R$ 3 milhões neste primeiro momento, divididos entre as unidades escolares. Os valores para cada escola e CEI foram definidos conforme o número de alunos matriculados, número de estudantes com deficiência, modalidade de ensino ofertada e percentual de alunos em situação de vulnerabilidade social.

As Associações de Pais e Professores (APPs) serão as responsáveis pela gestão dos recursos. Elas precisaram aderir ao programa e criar uma conta bancária de titularidade própria e exclusiva para o PDE. O diretor de cada Escola ou CEI, como primeiro tesoureiro da APP, será o administrador dos recursos.

A data do início do repasse para as unidades, assim como outros detalhes sobre o Programa Dinheiro na Escola serão divulgados no evento desta quarta-feira, às 19h, no Teatro Juarez Machado. Estarão presentes os diretores, presidentes de APPs e Conselhos Escolares de todas as escolas e CEIs da Rede Municipal.

Como os recursos poderão ser usados pelas unidades escolares

O dinheiro poderá ser usado para a aquisição de mais de 150 itens listados pela Secretaria de Educação. A compra será limitada aos itens não disponíveis em estoque pelo município, em quantidade suficiente para a demanda pontual, sem formação de estoque. Entre eles, estão materiais de pequenos reparos, ferramentas, itens de jardinagem, eletrônicos, móveis e eletrodomésticos, materiais pedagógicos e administrativos, além de outros serviços.

Por outro lado, está vedado o uso dos recursos do PDE para o pagamento de algumas despesas, como custeio de passagens, diárias, combustível, gêneros alimentícios, festividades, premiações, obras e reformas de grande porte, e livros didáticos custeados por outros repasses e programas governamentais, entre outros.

Leia também:
1. Tupy anuncia 100 vagas de emprego em Joinville; saiba como se candidatar
2. Identificado adolescente que morreu atingido por tiros na cabeça em Joinville
3. Cenipa divulga causa do acidente aéreo que matou Marília Mendonça e outras quatro vítimas
4. Petrobras anuncia nova política de preços para combustíveis; veja o que muda
5. De abrigo para viajantes a aluguel de bicicletas: conheça complexo ciclístico criado por família de Joinville


Palácio Episcopal foi construído para primeiro bispo de Joinville, inspirado no estilo barroco:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo