+

Justiça marca data de júri popular contra motorista que matou ciclistas em Joinville

Acidente aconteceu em outubro do ano passado

Justiça marca data de júri popular contra motorista que matou ciclistas em Joinville

Acidente aconteceu em outubro do ano passado

Brenda Pereira

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) marcou a data do júri popular contra Carlos Batista Bento, motorista acusado de matar as ciclistas Lindacir Rodrigues da Silva Morando e Thais Dias Gonçalves em outubro do ano passado, em Joinville. A sessão deve acontecer em 14 de setembro de 2027, quase seis anos após o acidente.

Segundo o TJ-SC, a sessão deve começar às 13h. O sorteio de jurados foi marcado para o dia 7 de julho de 2027, às 13h30.

Em maio, a Justiça decidiu pela retirada de duas qualificadoras da acusação. Ele vai responder por homicídio qualificado, por duas vezes.

Relembre o acidente

Na manhã do dia 22 de outubro de 2021, Lindacir Rodrigues da Silva Morando, de 55 anos, e Thais Dias Gonçalves, 25, transitavam de bicicleta na ciclofaixa quando foram atingidas pelo veículo Soul, conduzido por Carlos.

Lindacir morreu ainda no local do acidente. Thais foi socorrida e levada ao Hospital São José, mas devido aos ferimentos morreu quatro dias depois.

Carlos fugiu sem prestar socorro, segundo ele por medo. O motorista foi abordado pela Polícia Militar logo em seguida. O teste do bafômetro acusou presença de álcool no organismo. Em depoimento à Justiça, o réu alegou que havia utilizado enxaguante bucal, afirmando que não estava bêbado.

Leia também:
– Paratleta pretende inaugurar instituto para projeto de inclusão de crianças em Joinville
– Casal de idosos morre em acidente com carro de Joinville na BR-277, no Paraná
– Resultado da Trimania: morador do Aventureiro, em Joinville, ganha prêmio principal
– VÍDEO – Grêmio desembarca em hotel para a partida contra o Brusque nesta terça-feira
– Ciclista idosa morre após colidir em caminhão na BR-470, em Gaspar

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo