Lages decreta lockdown de uma semana para frear contágio da Covid-19

Somente poderão funcionar serviços essenciais como postos de combustível, supermercados e farmácias

Lages decreta lockdown de uma semana para frear contágio da Covid-19

Somente poderão funcionar serviços essenciais como postos de combustível, supermercados e farmácias

Redação

Em pronunciamento feito pelas redes sociais neste domingo, 7, o prefeito de Lages, Antonio Ceron, anunciou lockdown a partir de terça-feira, 9, até segunda-feira, 15.

As medidas extremas são chamadas pelo prefeito como “estratégia de guerra”. Ceron destaca que “lamentavelmente os números da pandemia só aumentaram, sendo que a Região da Serra entrou na fase mais crítica, pois no momento não tem leitos de UTI Covid, não tem leitos de UTI para outras comorbidades e não tem para onde mandar paciente”.

De acordo com o decreto, ficam suspensas todas as atividades comerciais, as atividades públicas ou privadas, econômicas ou não, no território do município de Lages, exceto as legalmente consideradas essenciais.

Dentre as medidas que o município está adotando estão:

– Suspensão das aulas presenciais na rede de ensino (público e privada);
– Paralisação de todas as atividades comerciais, com exceção de postos de combustíveis, supermercados e farmácias, e outras incluídas no decreto.

Sem leitos de UTI

“No momento, todos os 56 leitos de UTI Covid estão ocupados e só abre vaga quando tem óbito”, lamenta o secretário da Saúde. Pela análise dos números, os dados apontam para um crescimento de casos na Serra, “e a única forma de estancar o aumento de casos é a estratégia de guerra que Lages estará adotando a partir de terça-feira”, complementa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo