+

Motorista vira réu por homicídio de duas ciclistas em Joinville

TJ-SC já expediu um mandado de prisão preventivo contra o acusado

Motorista vira réu por homicídio de duas ciclistas em Joinville

TJ-SC já expediu um mandado de prisão preventivo contra o acusado

Fernanda Silva

O Tribunal de Justiça (TJ-SC) aceitou denúncia protocolada pelo Ministério Público (MP-SC) e homem que atropelou e matou duas ciclistas no Jardim Paraíso vira réu por homicídio. O crime ocorreu no último dia 22.

O réu teve prisão preventiva decretada no último dia 27, ainda durante a fase de inquérito policial. Até esta quinta-feira, 4, o motorista era considerado foragido, segundo o TJ-SC. Ele chegou a ser preso em flagrante, mas foi solto após pagamento de fiança no valor de R$ 10 mil, segundo a Polícia Civil.

A acusação contra o motorista será realizada pelo MP-SC. Já a defesa, pela Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina (DPE-SC).

O homem irá responder por dois homicídios com dolo eventual, que ocorre quando o agente assume o risco de produzir o resultado. Isto porque, segundo as investigações, o motorista estava dirigindo embriagado.

ciclista
Polícia Militar/Divulgação

Após atropelar as duas mulheres que estavam de bicicleta e transitando na ciclofaixa, o motorista teria fugido do local sem prestar socorro. Abordado pela Polícia Militar, o investigado realizou o teste de bafômetro, que comprovou a presença de álcool no seu organismo. Os policiais identificaram, ainda, que ele estava desorientado e apresentava dificuldades de permanecer em pé.

Lindacir Rodrigues da Silva Morando, de 55 anos, trabalhava com a entrega de marmitas no momento em que foi atingida pelo carro. Ela morreu ainda no local do atropelamento. A outra vítima, Thais Dias Gonçalves, de 25 anos, chegou a ser hospitalizada, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu quatro dias depois.

Na ação, a 2ª Promotoria de Justiça sustenta que os fatos e provas colhidos demonstram que o motorista teria praticado dois homicídios com dolo eventual. Os crimes, segundo o MP-SC, teriam ainda as qualificadoras de impossibilidade de defesa das vítimas, que foram atingidas por trás, e o perigo comum, uma vez que o motorista teria colocado outras pessoas que trafegavam na avenida em risco.

No fim do processo, o motorista será julgado pelo Júri Popular.

Saiba mais:
– Motorista que atropelou duas ciclistas no Jardim Paraíso é denunciado por homicídio

– Ciclista morre após ser atingida por carro no Jardim Paraíso, em Joinville
– Mulher que morreu após ser atingida por carro em Joinville é identificada
– Ciclista internada após ser atingida por carro em Joinville morre no hospital
– Motorista preso por matar ciclista em Joinville é solto após pagar fiança de R$ 10 mil


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Joinville. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo