+
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

MPF é contra novo teste para uso do acostamento como terceira faixa na BR-101

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

MPF é contra novo teste para uso do acostamento como terceira faixa na BR-101

Raul Sartori

É contra 1

Em nota, o Ministério Público Federal em SC informa que em reunião realizada semana passada com representantes da Polícia Rodoviária Federal, ANTT e concessionária Arteris Litoral Sul, manifestou-se contrariamente à realização de novo teste para o uso do acostamento como terceira faixa da BR-101 no trecho entre Barra Velha e Porto Belo.

É contra 2

O posicionamento decorre de resultado de estudo técnico dos testes feitos em dezembro concluindo pela existência de “uma série de desvantagens”. Conclui frisando que “a segurança viária e a proteção da vida e da integridade física dos usuários da rodovia devem ser a prioridade número um para o poder público e para todos os agentes envolvidos na prestação de serviços públicos, devendo os seus esforços focarem na ampliação real da capacidade da rodovia e não em medidas paliativas sem resultados práticos comprovados”. Resumo da ópera: o caos diário e permanente na estrada continuará.

Menções à BC 1

Balneário Camboriú está com tudo nas mídias. Levantamento da consultoria Arquimedes identificou um aumento de 155% nas menções sobre a cidade nas redes sociais neste mês comparado ao mesmo período de 2023. Tanto sucesso também gera debates. No pico registrado dia 1º, com 21,4 mil menções, boa parte ironizou a falta de sol na expandida Praia Central, causada pela sombra projetada dos prédios altos.

Menções à BC

Conforme “O Globo” de ontem, a demanda de turistas na cidade aumentou mais de 25% neste verão, conforme estimativa da sua prefeitura, para quem muito da fama se deve às imagens viralizadas nas redes sociais, principalmente no Instagram e Tik Tok, que mostram pontos “instagramáveis”. Contam também imagens do exibicionismo explícito de carros de luxo trafegando pela orla.

Obra destruída

Uma exposição aberta sexta-feira no Museu de Arte Moderna, no Rio de Janeiro, revê o legado do famoso paisagista Roberto Burle Marx (1909-1994). Entre os projetos selecionados para a mostra estão o do celebrizado Parque do Flamengo e de espaços criados em outros Estados, como São Paulo, Bahia e Paraíba. Poderia estar lá o que ele fez para Florianópolis, do Aterro da Baia Sul, nos anos 1970, junto ao Centro. Está completamente desfigurado.

É golpe

Circula nas redes sociais, há dias, informação de que o Procon de São Paulo obrigou as Lojas Havan a vender smartphones de última geração da Samsung por R$ 179, após um erro na divulgação do preço do produto. É golpe. O alerta é da própria rede e do Procon.

“Não se cale” 1

Pela primeira vez em tal dimensão, uma parceria entre a Liga das Escolas de Samba de Florianópolis, Prefeitura e Promotoria de Justiça da Capital, atuarão no acolhimento e orientação das vítimas de racismo, homofobia, assédio e violência sexual durante os desfiles das escolas de samba. Especialmente na execução do Protocolo “Não se cale”.

“Não se cale” 2

As vítimas serão encaminhadas pela equipe de segurança da passarela para uma sala reservada onde serão acolhidas, informadas sobre seus direitos e orientadas juridicamente. Será aplicada uma adaptação do protocolo. Durante o atendimento, verificada a necessidade de deter o agressor, a Polícia Militar será acionada. Muito bem!

Alcunha 1

A oposição ao prefeito de Florianópolis, Topázio Neto (PSD), vem tentando, de forma pejorativa, alcunhá-lo como “prefeito tiktoker”, de tanto usar a rede social para divulgar vídeos curtos e dar seus recados. Parece que o efeito está sendo contrário. Foi assim que em poucas semanas conseguiu quase 190 mil seguidores e a percepção, entre analistas políticos, de que a estratégia está deixando claro seu favoritismo à reeleição.

Alcunha 2

Para o pesquisador de Cultura Política da Universidade do Estado (Udesc), Daniel Pinheiro, ouvido pelo “Estadão, a gestão eficiente e inteligente de redes por parte do prefeito emerge como um case de comunicação política para os próximos anos: “Ele expõe sem medo a imagem pessoal. Isso cria um laço de confiança muito forte com quem o vê e ouve”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo