+

Pela primeira vez na história, barragem de José Boiteux começa a verter

Defesa Civil de Santa Catarina confirmou a situação na noite desta sexta-feira

Pela primeira vez na história, barragem de José Boiteux começa a verter

Defesa Civil de Santa Catarina confirmou a situação na noite desta sexta-feira

Eliz Haacke

A barragem de José Boiteux, conhecida como Barragem Norte, começou a verter na noite desta sexta-feira, 13, por volta de 22h. Essa é a primeira vez que a água começa a verter na barragem. A informação foi confirmada pela Defesa Civil de Santa Catarina.

As comportas da Barragem Norte foram fechadas no último domingo, 8, após conflito com os indígenas de José Boiteux.

Nota da Defesa Civil de Santa Catarina

Pela primeira vez na história, na noite desta sexta-feira (13/10) às 22:05 ocorreu o vertimento da Barragem Norte em José Boiteux.

É importante destacar que o vertimento das barragens é uma operação controlada e monitorada por equipe técnica. Os níveis dos rios do Médio Vale do Itajaí estão em declínio e o efeito do vertimento não deve alterar esta tendência.

A Defesa Civil informa que está acompanhando de forma constante a situação e trará novas atualizações. Fique atento aos alertas e siga as recomendações das Defesas Civis dos Municípios.

Reprodução

Primeira vez que a barragem verte

A Barragem Norte impacta o nível do rio Itajaí-Açu, em Blumenau. Essa é a primeira vez desde a construção que a barragem verte. As barragens de Taió e Ituporanga também estão com todas as comportas fechadas e vertendo.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira, no aeroporto Quero-Quero, em Blumenau, o secretário da Defesa Civil, Coronel Armando, explicou mais detalhes sobre a situação das barragens.

“A barragem de Taió está vertendo há dois dias, a de Ituporanga também está vertendo. A barragem de José Boiteux nunca verteu, tem capacidade de 357 milhões de metros cúbicos, mas o nível da água está em 96,5% da sua capacidade de contenção. O verter é natural, as pessoas às vezes confundem verter com romper. Verter faz parte da segurança da barragem, a água passa devagar pela barragem e cai na calha do rio e segue o fluxo, só aumentando o volume de água que vai descer. (…) A gente ainda está contendo uma quantidade grande de água em todas as três barragens”, explicou o coronel.


Assista agora mesmo!

PIZZA FIT DE FRIGIDEIRA: GOSTOSA E RÁPIDA:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo