+

PF suspende agendamento online de passaportes temporariamente após ataque hacker

Polícia Federal detecta tentativa de invasão do ambiente de rede

PF suspende agendamento online de passaportes temporariamente após ataque hacker

Polícia Federal detecta tentativa de invasão do ambiente de rede

Fred Romano

A Polícia Federal (PF) informou, nesta quinta-feira, 18, que está temporariamente indisponível o serviço de agendamento de emissão de passaportes pela internet. A decisão foi tomada após a instituição detectar, no início desta semana, tentativa de invasão ao ambiente de rede da PF.

O serviço de agendamento será retomado após a verificação de integridade dos sistemas, porém, ainda não há previsão de quando isso ocorrerá. A nota da PF diz que o governo trabalha para restabelecer o serviço online.

Para os atendimentos marcados previamente em uma unidade emissora do documento de viagem, a instituição garante que serão realizados normalmente na data e horário marcados, quando o solicitante deverá apresentar a documentação original necessária e o atendente público fará a conferência das informações cadastradas, além de coletar dados biométricos, como impressões digitais e fotografia facial.

A Polícia Federal recomenda aos cidadãos que não tiverem viagem ao exterior programada para os próximos 30 dias que aguardem a normalização do serviço.

Os brasileiros que irão para o exterior nos próximos dias e, comprovadamente, necessitarem da emissão de passaporte comum podem enviar a documentação que prove a urgência para o e-mail da unidade da Polícia Federal mais próxima. Os contatos das superintendências estaduais da PF e das delegacias onde são emitidos passaportes estão disponíveis no link.

Agendamento regular

Habitualmente, quando o serviço virtual de agendamento para emissão de passaportes está operando, o cidadão interessado preenche o formulário eletrônico na internet, escolhe uma das datas e horários disponíveis e, por fim, marca o posto de atendimento da PF onde deseja ser atendido.

O cidadão não deve ir diretamente a uma delegacia da Polícia Federal sem fazer o agendamento prévio para passar pelos procedimentos de emissão do documento.

A entrega do passaporte ocorrerá na mesma unidade apontada no primeiro agendamento online do serviço e não poderá ser modificada.

Após o atendimento presencial, a retirada do documento poderá ser feita entre seis e dez dias úteis até 90 dias corridos. Depois desse prazo máximo, o documento será cancelado, com total prejuízo da taxa paga.

O custo comum para emissão de um passaporte é R$ 257,25. Se houver urgência, serão somados R$ 77,17, como taxa adicional de emergência, gerada durante o atendimento. Total: R$ 334,42

Contudo, se a remissão for de um passaporte ainda válido que tenha sido extraviado ou perdido, o valor cobrado na taxa comum dobra: R$ 514,50 ao todo para desembolso.

Leia também:
1. Arena Joinville receberá jogo da terceira fase da Copa do Brasil; saiba clubes envolvidos
2. Empresa de Joinville abre 206 vagas em fábrica
3. VÍDEO – “Não consegui acreditar”; Moradora de Blumenau ganha apartamento de R$ 400 mil de influenciadora
4. Joinville Vôlei luta até o fim, vence Sesi Bauru e força terceiro jogo pelas semifinais da Superliga
5. Motorista morre atingido por caminhão guinchado na área de escape da BR-376, entre PR e SC

Assista agora mesmo!

Palácio Episcopal foi construído para primeiro bispo de Joinville, inspirado no estilo barroco:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo