+
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

Elogio de Jorginho Mello a Lula repercute nas redes sociais

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - [email protected]

Elogio de Jorginho Mello a Lula repercute nas redes sociais

Raul Sartori

“Fez o L”
Ganhou imenso eco nas redes sociais elogio do governador Jorginho Mello, bolsonarista extremado, ao presidente Lula, sábado, em Blumenau, por ele ter assinado decreto que beneficia os produtores de leite. A deputada estadual Luciane Carminatti (PT), publicou o vídeo da coletiva do governador em rede social, e escreveu: “Tá todo mundo fazendo o L – até o governador de Santa Catarina! Coisa boa ter o melhor presidente da história governando o Brasil de novo, né?”.

Afinação
Dizem os potins políticos de Brasília que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), tem um recente apoiador afinadíssimo a ele quanto ao crescente enfrentamento com o Supremo Tribunal Federal. E até com discurso elogioso na tribuna. É o representante de SC Jorge Seif (PL), que não quer ver “supremos” decidindo a descriminalização do aborto e o porte de maconha, por exemplo.

Ajuda japonesa
Voltou-se a falar por estes dias da Jica, a Agência Japonesa de Cooperação Técnica e Financeira não Reembolsável, que foi quem ajudou SC, no início dos anos 1970, a se tornar um dos maiores produtores de maçã no mundo. A menção de agora é que ela fez estudo para o governo catarinense que apontou a necessidade de se construir mais sete barragens no Vale do Itajaí, para conter enchentes. Por ora só a de Botuverá deverá ter obras iniciadas.

“Camarão de Laguna”
É muito comum se ouvir no Mercado Público de Florianópolis consumidores diante de bancas de peixe pedindo “camarão de Laguna”, por terem certeza de sua origem e qualidade. Pois o Sebrae-SC acaba de anunciar a certificação oficial de indicação geográfica (IG) do crustáceo, dando-lhe o devido reconhecimento.

Ocaso literário
O escritor Deonísio Da Silva é quem conta caso envolvendo seu colega, também catarinense, Miro Morais, que após internação e cirurgia de mais de nove horas num hospital de Florianópolis foi reconhecido por uma enfermeira que havia acabado de comprado e lido seu último romance, “Caminho sem volta”, de 546 páginas, publicado em 2021. Miro, com a habitual cortesia e boa educação de sempre, agradeceu a atenção e, perguntado sobre o que ia fazer ao receber alta, respondeu: “Continuar a escrita do próximo, que interrompi para esta cirurgia”.

Duas realidades
O jornalista ilhéu Ricardinho Machado questiona: enquanto Balneário Camboriú vai receber de novembro deste ano a abril de 2024 o invejável número de 60 escalas de cruzeiros, com desembarque de mais de 150 mil turistas, a Ilha de SC, rodeada de água por todos os lados, continua a ver navios, literalmente. Lamentável. Uma vitória do ambientalistas-caviar.

Nomeado
O ex-procurador-geral de Justiça do Ministério Público de SC, Fernando da Silva Comin será, a partir de 15 de dezembro, conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Sua nomeação foi oficializada por ato do presidente Lula, sexta-feira. O CNMP faz a fiscalização administrativa, financeira e disciplinar do Ministério Público no Brasil e de seus membros.

Implicância
Chama a atenção a vigilância canina que alguns grandes jornais exercem sobre o ex-presidente Jair Bolsonaro – a anos-luz de ser um santo, é preciso dizer – e que pode ser explorado de forma negativa contra ele ou aos que o cerca. Um exemplo: noticiaram que a brusquense Havan, do empresário Luciano Hang, grande apoiador do ex-presidente, aderiu ao “Desenrola Brasil”, um ótimo programa do governo Lula. Perguntar não ofende: que mal faria se tais meios de comunicação também aderissem?

Projeto inovador
Há algo de novo quanto ao destino do complexo penitenciário da Agronômica, em Florianópolis, que tem uma área de 110 mil m2, avaliada em R$ 300 milhões. O deputado estadual Pedrão é autor de projeto de lei que propõe o encerramento das operações em quatro anos e sua transformação em centro de tecnologia, comércio e inovação. A área poderia ser permutada por nova construção, até em outro município. Qualquer diferença financeira entre os imóveis permutados seria destinada ao município receptor da nova unidade prisional, contribuindo para o desenvolvimento local.

Para Jesus
Agora patrimônio cultural de natureza imaterial de SC a edição desta ano da Marcha para Jesus, dia 4 de novembro, no Parque da Luz, em Florianópolis, espera reunir 100 mil fiéis.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo