Servidora tem contrato de trabalho encerrado por lavar roupas em posto de saúde de Blumenau

Funcionária tinha contrato temporário

Servidora tem contrato de trabalho encerrado por lavar roupas em posto de saúde de Blumenau

Funcionária tinha contrato temporário

Jotaan Silva

Uma funcionária pública municipal denunciada por lavar itens pessoais utilizando a estrutura de um posto de saúde de Blumenau teve o contrato de trabalho encerrado. A decisão foi tomada após a Secretaria de Saúde do município confirmar a acusação.

“O contrato da servidora pública municipal estava próximo de encerrar e, após uma conversa, as partes acharam melhor antecipar o encerramento e não renovar”, explicou a assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do município de Blumenau.

Denúncia

Fotos mostram cobertores estendidos dentro do carro da servidora, no pátio da unidade de saúde. Um áudio de uma conversa entre dois funcionários do mesmo ESF apontam que ela teria utilizado a máquina de lavar do posto para depois estendê-las nos bancos do carro.

“O mais certo era não usar o órgão público pra isso (…) A gente vê tudo nessa vida, nunca tinha visto isso”, diz um funcionário em trecho do áudio.

Incomodados, funcionários da unidade informaram na ouvidoria da Prefeitura de Blumenau, por meio de denúncia anônima, o fato.

Especial / O Município Blumenau

O artigo 177 da lei complementar nº 660, de Blumenau, que trata da contratação e obrigações dos servidores públicos de Blumenau, aponta que é proibido “utilizar pessoal ou recursos materiais da repartição em serviço ou atividades particulares”.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Joinville. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo