+

Tem crase? Joinvilense cria site que auxilia no uso da regra gramatical

Página na internet já soma 89 mil acessos

Tem crase? Joinvilense cria site que auxilia no uso da regra gramatical

Página na internet já soma 89 mil acessos

Fred Romano

O joinvilense Gabriel Nunes criou o site Tem crase? que mostra as respostas para dúvidas da utilização da crase em frases. A página da internet foi lançada no dia 21 de janeiro deste ano e já somas 89 mil acessos.

A funcionalidade do site é simples, o usuário digita um termo na barra de pesquisa e o site responde se a frase precisa ou não do uso da crase.

Gabriel teve a ideia de criar o site há quatro anos, mas o projeto acabou sendo engavetado. Porém, em 2021, ele decidiu iniciar a criação do site. No começo, contou com a ajuda de um designer e da redatora Mônica Guerretta, que precisaram se afastar do projeto por motivos pessoais.

Mesmo assim, em janeiro deste ano, Gabriel decidiu fazer o site por conta própria. Ele pegou algumas das frases que a Mônica já havia escrito e complementou com algumas de suas principais dúvidas.

Como surgiu a ideia?

“A ideia surgiu porque sempre que eu precisava tirar alguma dúvida de crase, eu digitava no Google e caía em um site que me deixava com mais dúvidas”, comenta Gabriel. Ele conta que queria algo mais simples, que só explicasse se a frase tem ou não o uso da crase.

“A minha ideia na época, de uma forma simples e fácil de fazer, foi: vamos fazer um banco de dados que tenha todas as frases que geram dúvidas de crase”, diz o idealizador do projeto. Ele descreve o site como uma coisa simples, mas que entrega o que promete.

Contribuição da comunidade

Por meio de uma planilha no Google Docs, os usuários podem contribuir com informações para o site. Ele conta que teve muitas contribuições após publicações que fez sobre o site no Linkedin repercutirem.

Resultados e futuro do projeto

No mês de julho, o site de Gabriel teve 6,4 mil acessos ao todo. Atualmente, ele atingiu uma média de mil acessos semanais. “A minha ideia é que o site fique nos primeiros resultados de pesquisa do Google pro site começar a ser mais visto pela galera”, comenta.

As dúvidas que receberam mais acessos até o momento são “bem-vindo a” e “a distância”. O primeiro termo depende da palavra seguinte, enquanto o segundo tem o uso facultativo.

Ele ainda conta que pensa em criar um bot para o Twitter ou Telegram. Segundo o portal Techtudo, os bots são aplicações autônomas que rodam na internet enquanto desempenham algum tipo de tarefa pré-determinada.

O bot no Twitter responderia tuítes que citam o termo “tem crase” com a solução para a dúvida do usuário.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo