+

Deputado quer proibir venda e circulação de livro de Adolf Hitler em Santa Catarina

Mein Kampf caiu em domínio público em 1º de janeiro de 2016

Deputado quer proibir venda e circulação de livro de Adolf Hitler em Santa Catarina

Mein Kampf caiu em domínio público em 1º de janeiro de 2016

Fred Romano | Revisão

Nesta quarta-feira, 8, o deputado estadual Delegado Egidio Ferrari apresentou um projeto de lei na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) que tem o objetivo de proibir a comercialização, publicação, distribuição e circulação do livro Mein Kampf (Minha Luta), de Adolf Hitler, no âmbito do estado de Santa Catarina.

A obra permaneceu proibida durante 70 anos, prazo contado a partir da morte de Hitler, em 1945. E, em 1º de janeiro de 2016, o livro caiu em domínio público. “Algumas cidades e estados não permitem a comercialização e difusão da obra. Mas, infelizmente, em Santa Catarina isso ainda não é uma realidade. É inaceitável que ocorra a circulação deste livro que pode gerar incitação de ódio racial entre as pessoas”, destaca o parlamentar.

Além do livro físico, a proibição é destinada para e-books também. Caso a lei seja aprovada e não seja cumprida, ocorrerá apreensão do material, advertência, multa de um salário mínimo regional por exemplar do material, suspensão do alvará de licença do estabelecimento e cassação do alvará de licença do estabelecimento, em caso de reincidência.

“Adolf Hitler defendia ideias extremistas e hediondas, e isso foi colocado em prática durante seu tempo no comando da Alemanha. Seu livro Mein Kampf é um dos principais meios para disseminação das ideias nazistas e não vamos tolerar isso em nosso estado. Não podemos propagar ideias funestas”, afirma Ferrari. O projeto de lei segue em tramitação na Alesc.

Leia também:
1. Starbucks recebe ordem de despejo em shopping de Joinville
2. Festival de Primavera Hemero inicia neste fim de semana em Joinville
3. Mega-Sena: 12 apostas de Joinville acertam a quadra no sorteio desta quinta-feira
4. Indústria de Joinville investe mais de R$ 150 milhões para inaugurar fábrica em Minas Gerais
5. Obituário de Joinville: confira falecimentos dos últimos dias


Assista agora mesmo!

Sargento Junkes leva o pai e o irmão para o bar da Zenaide para contar histórias de família:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo