+

Mais de 40 mortes são investigadas por possíveis complicações da dengue em Joinville

Mortes investigadas ocorreram no mês de abril

Mais de 40 mortes são investigadas por possíveis complicações da dengue em Joinville

Mortes investigadas ocorreram no mês de abril

Bernardo Gonçalves | Revisão

A Secretaria da Saúde de Joinville informou nesta sexta-feira, 3, que está realizando uma força-tarefa para otimizar a conclusão das investigações epidemiológicas dos óbitos ocorridos no mês de abril. O objetivo é verificar se o desfecho para o óbito foi ocasionado por complicações decorrentes da dengue.

Ao todo, serão realizadas as investigações epidemiológicas de 44 óbitos, sendo 26 homens e 18 mulheres, com idades entre 16 e 99 anos, e que receberam atendimento em unidades de saúde públicas e privadas.

Segundo a secretaria, sempre que um paciente com suspeita de dengue é atendido em algum serviço de saúde, seus dados são inseridos no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde. A partir daí, o caso passa a ser acompanhado pela equipe da Secretaria da Saúde de Joinville.

“Especificamente nos casos de óbito de pacientes com suspeita de dengue, a investigação epidemiológica faz uma análise detalhada de todo o prontuário do paciente, acompanhando o histórico de saúde, o passo a passo do atendimento, os exames realizados, a rotina de hidratação e as complicações que levaram ao óbito. Tudo é registrado em um relatório que é encaminhado para as autoridades sanitárias”, explica.

Dengue em Joinville

Desde janeiro deste ano, 21,1 mil casos de dengue foram confirmados em Joinville, resultando em 24 óbitos, um percentual de 0,11%.

Os bairros com maior número de focos de dengue são o Aventureiro, Floresta e Costa e Silva. Neste mesmo período, 7,3 mil focos de dengue foram identificados e eliminados.

Leia também:

Assista agora mesmo!

“Lugar muito bom”: como paixão fez argentina conhecer Joinville e construir uma vida na cidade:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo